Untitled design 2 - Week Apropos: WeCrashed, Positividade Tóxica, Cultura Wellness e Pic of The Week

Week Apropos who? A coluna semanal da nossa editor & founder, Rosa Barbosa-Zaborowsky, sobre tudo que sparks joy*, ocupa um espaço relevante na cabeça dela, causa ansiedade ou simplesmente está ali por pura curiosidade e enjoyment.

NYTSCOTUS2 SBM 061 600x338 - Week Apropos: WeCrashed, Positividade Tóxica, Cultura Wellness e Pic of The Week

SARAHBETH MANEY/THE NEW YORK TIMES

PIC OF THE WEEK 

Essa semana me deparei com uma foto no Twitter de uma menininha cheia de orgulho olhando para a mãe dela, em um cenário mais formal, ainda não sabia quem eram aquelas pessoas. A mãe é a Ketanji Brown Jackson, primeira mulher negra a ser nomeada para a Suprema Corte americana e a filha chama Leila. Quem tirou a foto foi uma fotógrafa de 26 anos, Sarahbeth Maney, que também é negra. Na entrevista que ela deu para a Teen Vogue, ela fala sobre ter outros fotógrafos negros trabalhando ao lado e a raridade que é isso acontecer e como foi o momento da foto. Na hora que ela clicou, a mãe dela estava sendo elogiada por quem estava falando e a filha ouvindo, com o maior orgulho. Achei a coisa mais especial da semana.

WATCHING

“Late-stage capitalism, the commodification of spirituality and toxic positivity”. Anne Hathaway resumiu assim a história do WeWork na entrevista que ela deu para a WSJ Magazine falando sobre o WeCrashed, a série que mostra os bastidores do rise and fall do WeWork. Se você não ouviu falar sobre o WeWork, ele é um empresa de coworking, um modelo de negócios que não existia até 2010, quando Adam Neumann, o co-founder da empresa, teve essa brilhante ideia em NY. Na mesma linha de series baseada em historias reais, assisti recentemente Inventing Anna, sobre uma menina que enrolou NY inteira fingindo ser uma falsa herdeira que queria investir em um centro cultural em Manhattan e de fato, conseguiu levantar dinheiro sem nenhum lastro. E por ultimo, Bad Veagan, sobre uma chef de NY que tinha um restaurante vegano que era um sucesso e se envolveu em uma história bizarra que envolvia promessas de vida eterna, estelionato e desvio de dinheiro de investidores. Enfim, um caos que representa muito as últimas duas décadas da humanidade, que coincidiu com a explosão das redes sociais.

SHOPPING 

A Caché, marca da minha amiga querida Renata Mello, lançou a nova coleção esta semana. Fiquei obcecada com os tricots que são feitos a mão e um tecido que parece um matelassê, estruturado porem fofinho ao mesmo tempo. Para conhecer, clique aqui.

 

by Rosa Zaborowsky

Editor & Founder of Lolla.

0 Comments

POST A COMMENT