cami cilento
foto: @josefinehj
Nesta semana colecionei uma variedade de links interessantes. Achei que ficou um reflexo da minha mente feminina que nunca descansa: tem um pouco de moda, atualidades, tecnologia, trabalho, economia, comportamento. Ao mesmo tempo que eu me questiono sobre o retorno ao escritório eu celebro a volta da vida em Nova Iorque. Como eu sempre digo, a minha mente é assim consistentemente inconsistente.
Unknown 1 - TGIF: As Leituras da Semana da Cami Cilento
1. “New York City Has Once Again Defied the Doomsayers. Here’s Why.”, Noah Smith para a Bloomberg: Durante o auge da pandemia eu caminhei pela Broadway em um dos dias à procura de papel higiênico e não cruzei com nenhuma alma, carro, ônibus, bicicleta por uma bons 10 quarteirões. Pouco depois um artigo saiu na mídia falando sobre como esse era o fim da cidade. Bom, cá estamos pouco mais de um ano depois e NYC mostrou mais uma vez para o mundo que está muito longe do fim. Eu que acredito demais no lema “It will always be New York or Nowhere” vibrei ao ler esse artigo…
2. “The Trials of Diet Prada”, Maureen o’Connor para Vanity Fair: esse artigo conta sobre o processo milionário de difamação que uma marca de luxo italiana desprezível colocou em cima dos criadores de um dos IGs mais famosos e temidos do mundo da moda, a @diet_prada. Eu pessoalmente não amo o tom agressivo da conta do IG, mas os detalhes desse artigo são irresistíveis.
3. “I Had My First Child at 45. Here’s What I Learned”, Sarah Dougher para NYTimes:depoimento lindo sobre empatia e maternidade. Tenho lido muito sobre empatia nos últimos meses e eu amei esse texto que fala do assunto e também fala sobre como as vezes uma situação muda por completo dependendo da lente que a gente usa.
4. “Apple iPhone 13 Review: The Most Incremental Upgrade Ever”, Brian X. Chen para o NYTimes: há anos eu tenho a disciplina de sempre pular ao menos uma versão do iPhone para então fazer o upgrade. Mesmo o celular sendo uma das minhas ferramentas mais importantes de trabalho, não consigo ver sentido em gastar um dinheirão por um celular novo a cada ano. Esse artigo fala justamente sobre isso e questiona o que deveria realmente ser considerado um upgrade e um avanço tecnológico.
5. “Valentino Wants Everyone to Get Vaxxed — and Cloned”, Vanessa Friedman para NYTimes: acho tão interessante quando uma marca de luxo renomada tem uma ideia de colaboração inteligente. Quando ainda por cima a colaboração é feita com propósito e suporta ainda uma marca emergente acho ainda mais brilhante.
6. “Hard Work Isn’t the Point of the Office”, Derek Thompson para a The Atlantic: desde que vim parar no Home Office tenho me perguntado qual é o valor do escritório. O que no começo pareceu brilhante em termos de otimização do tempo foi se tornando pouco a pouco insustentável a longo prazo, já que o meu trabalho depende profundamente de interações humanas. Esse artigo analisa exatamente o que faz a vida comunal do escritório interessante. Amei também o título que deixa bem claro que somos sim capazes de efetuar o trabalho duro e queimar o óleo da meia noite de casa. Mas sim, existe um outro lado do trabalho que faz falta quando a gente se isola e achei esse artigo super inteligente.
TGIF e boa leitura ❥
Cami
Ps: Eu acredito que para consumir bons editoriais e o trabalho tão interessante de tantos escritores devemos assinar os jornais, revistas e publicações que nos interessam. O trabalho deles tem um valor imenso e se queremos continuar lendo o que eles produzem nada mais justo do que pagarmos pelas assinaturas. Algumas publicações são mais liberais em relação ao conteúdo publicado online do que outras, permitindo que um número maior de artigos por mês seja acessado de forma gratuita, mas esses limites variam. Cabe a cada um saber qual informação tem valor para si e assinar aquelas que são mais relevantes.

POST A COMMENT