A Rotina da Nossa Familia Durante o Isolamento Social

IMG 1601 scaled - A Rotina da Nossa Familia Durante o Isolamento Social

Essa é a semana 09 de quarentena pra mim. Cheguei da Itália dia 01 de Março e desde então saí de casa duas vezes e ainda assim tomando bastante cuidado. Lembro que algumas pessoas da família acharam um exagero dramático tomar essas precauções, a verdade é que ninguém imaginava que as coisas poderia chegar nesse ponto. Toda semana a promessa do pico da quarentena é adiada, o que me deixa aliviada por alguns minutos, porque logo depois a ansiedade em saber que o pior ainda não passou aumenta novamente. É um mix de sentimentos constante: sou muito grata por estar bem e saudável, eu e toda a minha família. Por outro lado, porque temos esta sorte e outras pessoas não? O que determina essa roleta russa, que começou no dia que eu nasci? Acho que a única maneira de aliviar esse sentimento é ajudando o próximo, trabalhar a nossa humildade para devolver ao universo em forma de agradecimento por sermos apenas sortudos.

Comecei a semana mais leve, pela primeira vez desde que voltei de viagem consegui abrir um livro e ler algumas páginas (to lendo Eleanor Oliphant is Completely Fine, da minha lista dos 20 livros do ano). Semana passada estava sem as crianças e foi um descanso merecedor que aliviou muito a minha angustia de ficar com elas em um apartamento X achar que é o que temos que fazer mesmo, porque eu deveria aliviar para a minha família enquanto diversas outras mães e famílias estão confinadas em casas do tamanho do meu quarto? Enquanto esses pensamentos me acompanham, eu estou tentando viver os dias de forma leve e evito ao máximo transparecer isso para as crianças. A única coisa que tenho reforçado é “brincar de agradecer na hora de dormir” – eles são sinceros e normalmente agradecem porque eu deixei eles comerem uma colher de leite ninho puro. Kids are the wrost e eu aprendo a ser espontânea com elas todos os dias.

Enough with that. 

A Rotina da Nossa Familia Durante o Isolamento Social

Family Self Isolation lolla 1198 - A Rotina da Nossa Familia Durante o Isolamento Social

Mornings

6am/7am – Wake up! Normalmente a Stella me acorda todos os dias perguntando se já está de dia. Hoje ela acordou a mim e aos meninos porque ela queria companhia pra brincar. Poor boys, ela comanda a manhã do dia do jeito que ela quer. Eles levantam e vão para a sala enquanto eu enrolo mais um pouco para levantar (abro o celular, big mistake). Ensinei eles a se servirem de leite e deixo a mão algumas coisinhas que eles gostam de comer, meu objetivo com ou sem quarentena é deixar as crianças sempre alimentadas, se não eles viram little monsters. 

8am – Breakfast. Minha hora favorita do dia, vou dormir pensando no que vou comer no dia seguinte, é um vício. Tomo uma xícara enorme de café e como um queijo-quente ou um pãozinho com manteiga. Não gosto de comer fruta de manhã, nem nada gelado, prefiro comer um snack lá pelas 11am.

8am/9am – Get Ready. Vou me arrumar, passar meus produtos de beauté e colocar um roupa para ficar em casa. É a hora que todo mundo precisa se arrumar também, tirar o pijama, arrumar as camas e fazer a higiene do dia. Tem dias que eles querem que eu faça e tem dias que eu não posso nem ousar em tentar ajudar, depende do humor das criaturas. Se eu consigo me arrumar sozinho ouço algum podcast/leio o jornal. Gosto de ler o NY Times, Brazilian Journal, Bloomberg News e dou uma olhada no Estadão/Folha, mas raramente eu leio. E outros sites de cultura e atualidades, tipo o The Atlantic, Vanity Fair e o AirMail. Levo 1h nessa função quando não tenho hora marcada.

9:30am – Get Things Done. Hoje eu terminei minha rotina mais cedo e fui resolver algumas coisas da casa. Um lado negativo de trabalhar em casa é definir o que é prioridade, cuidar da casa ou do trabalho. Como estou aqui o tempo todo, não consigo sentar no escritório se tem alguma coisa da casa que precisa ser resolvida, fico pensando nisso o tempo todo. Já entendi que pra mim funciona tirar isso da frente para ter o dia livre e não pensar mais na casa. Mondays are harder. Enquanto isso as kids estavam no screen time, todo dia de manhã e a tarde elas podem ficar no iPad 20m cada uma. Elas aprenderam colocar o alarme e se viram sozinhas, cute and peacefull (don’t judge me). Eu também precisava trocar a água das minhas flores porque não troquei ontem, faz bem pra alma mexer com elas.

10am – Work, Work, Work. No mundo ideal, os posts do dia já estariam programados em todas as plataformas, com fotos tiradas e etc (estou escrevendo isso agora, um pouco antes de postar). Termino de escrever os posts do dia, falo com algumas pessoas do time pelo Slack, ajusto o calendário e organizo que vai para o Instagram. Enquanto isso as kids estão brincando aqui em casa – elas me interrompem algumas várias vezes e ignoram os post-its de aviso para não entrar no meu escritório. Hoje foi uma manhã tranquila, por enquanto.

Family Self Isolation lolla 2 - A Rotina da Nossa Familia Durante o Isolamento Social

11am – Snack Time. A essa hora eu to morrendo de fome, como uma fruta com aveia ou um iogurte com mel, granola e berries. Como na mesa, em frente ao computador.

Afternoon

1pm/14pm – Lunch Time. Sento na mesa pra comer, sometimes with kids, sometimes alone. Quando to sozinha, almoço lendo alguma matéria ou algum blog que eu gosto. Me controlo para não entrar no Instagram ou WhatsApp.

Family Self Isolation lolla 1419 - A Rotina da Nossa Familia Durante o Isolamento Social

2pm – Play Time. Sento com as kids para fazer alguma atividade lúdica, calma e gostosinha. Boardgames, desenhar, construir, tomar chá, etc. E depois envolvo elas em alguma coisa da casa – arrumar a sala, lavar a louça, mexer na decoração, etc. Isso leva normalmente 30m/1h. Ele estão de férias da escola, mas a escola passou algumas atividades divertidas que tem me ajudando bastante.

2:30pm-5pm – Work. Trabalho no segundo post do dia ou nos emails, chats e coisas de projetos que preciso responder. To trabalhando de 5h-6h por dia, preciso me concentrar muito no pouco tempo que eu tenho para ser produtiva o que é muito difícil com três crianças em casa. Nesse horário é quando elas descem para brincar lá fora e tomam um pouco de sol, já que a Vitamina D é tão importante em épocas de Covid-19. Coisa que eu deveria fazer também, mas estou deixando de lado.

5pm-6pm – Workout Time. Eu queria malhar de manhã, para já ficar livre o resto do dia. Mas só consigo fazer isso quando já tem post programado para aquele dia, caso contrário eu não relaxo. Hoje marquei uma dance class que começa 5pm, deu certo sem querer, let’s see. E nunca malhei tanto como agora na quarentena, descobri como fico mentalmente mais normal se faço 20 minutos de exercício, mudei completamente meu olhar sobre fazer exercícios. Morria de preguiça, não era a minha prioridade mesmo, mas aprendi a reconhecer como me faz bem.

Night

6pm – Finish work day, shower and relax with kids. Eu to fazendo um tratamento para melasma e é isso o que eu uso para demarcar a transição do dia e trabalhar para o começo da noite. Faço home office há anos, é super importante ter uma hora para terminar o dia, mesmo que você volte a fazer alguma coisa depois, mas em outro ambiente, mais relaxada e nada que precise de muito foco. Passo um creme no rosto que precisa agir por 20m, tomo banho e vou ficar com as crianças. Leio alguns livrinhos pra elas e estudo o mapa com o Benjamin, a atividade favorita dele no momento porque ele percebeu que dorme mais tarde quando faz isso. Eles vão pra cama por volta das 7pm.

8pm – Dinner time. Kids estão dormindo, hora que eu sento para comer alguma coisa com o Marcos ou sozinhas (ele segue trabalhando sozinho no escritório, tem chegado super tarde quase todos os dias). Não gosto muito de comer “comida de verdade” a noite (só se for pasta, como hoje que vou fazer um Caccio e Peppe. Yummy!) prefiro um lanche ou takeout. Depois do jantar deito na cama e acabo fazendo alguma coisa para o Lolla que não deu tempo durante o dia. Sei que não é saudável para o sono, mas é a única forma que existe no momento com tão pouco tempo sozinha para focar no trabalho.

10pm – TV Time. Depois de jantar e de trabalhar mais um 1 horinha, a gente vê uma série. Ontem acabamos Self Made da Netflix, com a Octavio Spencer, que conta a vida da Madame C.J. Walker, a primeira mulher e negra milionária dos Estados Unidos, bem legal.

11pm/12am – Books and Good Night. Consegui voltar a ler, então provavelmente vou ler algumas páginas antes de dormir, minha saúde mental agradece.

Family Self Isolation lolla 1421 - A Rotina da Nossa Familia Durante o Isolamento Social

Eu percebi com o tempo que preciso de algumas coisas no meu dia para navegar por esse período da forma mais leve possível.

  • something indulgent: acender uma vela, comprar um pão gostoso na minha padaria favorita, fazer a minha beauty routine… qualquer coisa que seja um motivo para “look forward for tomorrow”. 
  • less news: não deixo a CNN ligada de jeito nenhum, fiz isso no começo uns dois dias. Me faz muito mal e não acrescenta nada. Alguns dias ligo para ver o pronunciamento do governo e do Ministério de Saúde no fim do dia, com vou fazer hoje para entender como ficarão as coisas.
  • hard convos: prefiro ter conversas tensas durante a tarde. Falar de assuntos pesados e desagradáveis antes de dormir acaba com meu humor, atrapalha meu sono e o dia seguinte já começa mais difícil. To trabalhando a minha ansiedade e essa necessidade que tenho em controlar as coisas, mas ainda falta muito para chegar lá.
  • look good: aprendi que preciso estar looking good quando Benjamin era bebezinho. Gosto de me arrumar o mínimo suficiente para não me incomodar com o que vejo no espelho. Isso tem uma efeito instantâneo na minha autoestima.
  • detach: foi a maior lição da quarentena, aprender a não ser influenciada pela energia ou opinião do outro, mesmo que seja de pessoas próximas, sobre tudo que está acontecendo.

 

E vocês, como estão organizando a rotina na casa de vocês? Vamos trocar ideias! P.S. Essa rotina só é possível porque tenho ajuda, de um jeito que funcionou para todo mundo aqui em casa. 

Rosa Zaborowsky

by Rosa Zaborowsky

Editor & Founder of Lolla.

POST A COMMENT