Rituais de Ano Novo

Eu não sei quem inventou de usar roupas coloridas, mas eu sei que meu macacão verde já está comprado desde outubro para usar na véspera de ano novo. Aparentemente, verde é a cor do ano de 2020, que é número 4 segundo a numerologia, e que eu não sei exatamente o que significa, mas sei alguém me falou que será o ano da minha vida, de muitas coisas boas e realizações esperadas. E é isso que eu estarei mentalizando no dia. 

Ao contrário do Natal, eu nunca esperei muito do Ano Novo, mas atualmente gosto da lógica que ele traz. Já percebeu como até o mais cético dos homens se rendem à superstição de usar amarelo, money rules. 

Na minha família acreditamos que a fartura do Ano Novo vem do simples fato de comer lentilha. E não importa o quão quente esteja, sempre servimos um prato quente de lentilha que já conquistou adeptos e mais adeptos nas festas de Réveillon feitas pelos meus pais. Raras foram as vezes que passei a data com meus amigos, para mim esta é um momento de estar com a família tanto quanto o Natal. Talvez porque há anos eu moro longe de casa e agora é a única época do ano que volto pra perto deles. 

Eu passei a última virada com o passaporte no bolso acreditando que isso me faria viajar muitas vezes mais. São muitas as tradições que nos conectam, mas também o sentimento de esperança na expectativa do novo que está por vir. Eu não sei se você está num lugar paradisíaco cercado de amigos à espera da festa da virada, ou se vai estourar uma champagne com pessoas importantes pra você, se vai dormir, ou simplesmente passar sozinho, mas eu acho – só acho – que essa esperança do novo deve ser celebrada. 

Esse ano, ao longo das últimas semanas fiz um extenso exercício de gratidão para agradecer à tudo que me aconteceu e os aprendizados que elas trouxeram, das coisas boas e ruins (mais difícil, mas me esforcei). Terminei agradecendo pelos meus amigos. Ainda não sei como vai ser minha passagem esse ano. Não sei se pretendo fazer um ritual pedindo coisas para o universo ou apenas continuar agradecendo e assim permitir que ele me surpreenda… mas penso no que posso desejar aos outros.  Uma vez recebi um cartão de Natal com um texto chamado Cortar o Tempo, ele é falsamente atribuído à Drummond, mas é tão lindo e diz o seguinte: 

Gostaria de lhe desejar tantas coisas… 

Mas nada seria suficiente… 

Então, desejo apenas que você tenha muitos desejos. 

Desejos grandes… 

e que eles possam te mover a cada minuto, 

1no rumo da sua FELICIDADE!!!

Acho que esta é a maior expectativa que podemos ter neste novo ano. Que todos sigam seus desejos  e que eles o encaminhem no sentido da sua felicidade. Confesso que tenho pavor das imagens que vão brotar no meu feed do instagram, aquela da “Página 1 de 365”, porque hoje eu entendo que recomeços são diários em nossas vidas… então, tudo bem errar e recalcular a rota tendo várias páginas número 1 ao longo do mesmo ano, o que não vale é ser pessimista e não olhar pro lado bom da vida, todos os outros dias. 

Você tem um ritual de fim de ano? Conta nos comentários! 

P.S. Resoluções de ano novo de 2019

Helena Vilela

by Helena Vilela

POST A COMMENT