a34adf4bbe6d8bddc2998ff5461c7422 - Qual o Peso da Sua Família nas Suas Decisões?

I couldn’t help but wonder… seria a amizade o verdadeiro

centro das relações?

Não sei dizer se é a herança da minha familia ter um peso enorme nas minhas decisões e no meu dia a dia ou o fato de eu ter casado com meu marido, de origem judaica e que conseguiu o feito de ter uma familia mais infiltrada do que a minha no dia a dia dele, mas…. I couldn’t help but wonder, como essas pessoas em filmes e séries seguem vivendo suas vidas e resolvendo suas questões sem ter a família direta tão envolvida na rotina delas?

Depois de anos maratonando Sex and The City, me peguei perguntando ao além, cadê a familia da Carrie? Quem são os pais da Charlotte? Nenhum delas tem uma irmã que mora no suburbio, ou um tio com olhar duvidoso, uma tia avó sábia que viveu a vida a frente do seu tempo? Cadê a família dessas 4 mulheres que as fizeram quem elas são, de certa forma? E porque isso importa?

OK, você pode pensar “NY é o centro do mundo, as pessoas se mudam sozinhas para aquela cidade”, “americanos mudam de estado e crescem longe das famílias desde os 18 anos”, whatever… elas não cortaram ligações com todos os parentes depois que encontraram uma familia de amigas em NY. Pode ser que em algum episódio ou outro tenha aparecido uma irmã ou algum parente, mas a familia nunca foi o centro dos acontecimentos, elas praticamente não existem.

E meu ponto é que para mim, isso é imensamente libertador. Claramente algo que eu preciso trabalhar na terapia, mas vejo mulheres adultas tomando decisões complexas nas suas vidas, sem ter o apoio ou julgamento das suas mães, avós, etc. Isso me causa um estranhamento (e uma esperança) porque não vejo meu dia a dia sendo representado. Cadê as mensagens diárias no Whatsapp perguntando se os netos comeram? Cadê as mães pedindo ajuda para mandar um PDF? Cadê as brigas por opniões diferentes? E o companheirismo mãe e filha? O colo da mãe quando você perde o marido na Peloton?

Será que a maioria das pessoas vivem suas vidas de forma mais privada? Seria esta uma questão exclusiva latina? Ou de famílias com estruturas familiares mais tradicionais e hierárquicas? Vamos debater nos comentários, eu adoraria saber como é a sua dinâmica familiar.

by Rosa Zaborowsky

Editor & Founder of Lolla.

3 Comments
  1. Rosa, creio que o recorte dado a esta história, realmente não envolva família. Já me fiz a mesma pergunta, mas esta ficção resolveu deixar de lado a família. Uma série que joga o pêndulo para o lado opostos é Parenthood. Nesta série é somente a relação da família. Não existem amigos praticamente. Enfim, seria bom um pouco do equilíbrio de Friends, que volta e meua éramos impactados pelas sua famílias.

  2. Eu já me questionei exatamente a mesma coisa assistindo sex and the city. Também tenho a família do marido mais infiltrada na minha que a minha própria! Ontem mesmo teve um mega evento de família aqui em casa. Da família dele! E a verdade indigesta, mas que levei anos de terapia para admitir em alto e bom pensamento 😂 é que eu prefiro assim!!
    Acho que o que eu quero dizer é…é um pouco de tudo! Latinos (acho que asiáticos também) carregam mais o peso da família, para o bem e para o mal. Tenho huge issues com a minha família, e percebi que isso não vai mudar. Então a gente se infiltra (ou se deixa infiltrar) onde se sente querido: seja na família do cônjuge, nas amigas, na família das amigas…por aí vai!

POST A COMMENT