Por que você deve dizer Bye Bye para a POUPANÇA?

Camilla Dolle

Hello Lolla lovers! Dei uma sumida por motivos de férias, que teve até participação especial da nossa Paris based Editor, Bianca Longo! Mas, passado esse período, temos que voltar à realidade – e nada mais real do que falar sobre dinheiro – alô fatura do cartão!

Venho falando há um tempinho sobre como começar a investir, algumas opções legais pra isso e até sobre o futuro, com a previdência. Mas eu sei que no fundo algumas de vocês estão se perguntando quando eu vou falar sobre ela: a famosa POUPANÇA. O momento chegou, mas já aviso que não sou uma big fan.

Algumas coisas pra conhecer sobre a poupança: ela é, de fato, segura (apesar de não ser o investimento mais seguro do Brasil), pode ser resgatada a qualquer momento e não tem cobrança de imposto de renda sobre os rendimentos. Aí começam os downsides: esses rendimentos só aparecem uma vez ao mês, na chamada “data de aniversário” da poupança. Ou seja, se você tirar seu dinheiro um dia antes do aniversário, bye bye 29 dias de rentabilidade. Pode parecer pouco, mas no longo prazo é o que faz a diferença.

Ainda sobre os rendimentos: desde a segunda semana de dezembro, a poupança passou a render mais ou menos 6% ao ano. Isso quer dizer que INVESTIMENTOS TÃO SEGUROS QUANTO A POUPANÇA E ATÉ MAIS, ESTÃO RENDENDO MELHOR.

Acho que sempre vale a pena dar exemplos: se você investir R$ 1.000,00 por mais ou menos três anos na poupança, você vai ter R$ 1.160,00 no final. Mas, se você investir isso no Tesouro Selic, seu saldo final vai ser de R$ 1.210,00 (já descontando todos os impostos e taxas). De novo, talvez pareça pouco, mas imagina isso ao longo de muitos anos? Ou com investimentos mais altos?

Usei o Tesouro Selic nesse exemplo por ser um investimento mais seguro do que a poupança, também poder ser resgatado diariamente, e que, mesmo assim, paga mais. Mas existem várias outras possibilidades na renda fixa ainda mais interessantes pra quando você quiser arriscar um pouquinho mais e ver seu dinheiro crescer mais rapidamente.

Para fechar, o que eu gosto sempre de falar é que, até mais do que a busca por maiores ganhos, a saída da poupança é importante sob ponto de vista comportamental. É você buscando novas alternativas, conhecimento, confiança e controle sobre seu dinheiro. Para mim, isso é fundamental.

Share this story

Comments Expand -
Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.