ac1855d06d41281baca285f6683645eb - O que Você Precisa Fazer ANTES de Começar a Investir seu Dinheiro

Você tem vontade de aprender a investir mas não sabe nem por onde começar? We got you covered. Acho válido avisar que, apesar de ser possível para qualquer pessoa entender o caminho e começar a lida melhor com o dinheiro, investir é um hábito que demanda disciplina – e é aí que mora maior a dificuldade. Antes de criar o hábito de investir, aqui vai uma listinha de to do’s básicos, que servem para qualquer pessoa que quer ter controle da sua vida financeira.

O que Você Precisa Fazer ANTES DE COMEÇAR A INVESTIR seu Dinheiro

1. UM FOLLOW UP DA SUA VIDA FINANCEIRA

Antes de mais nada, é importante que você conheça a sua vida financeira atual. Basicamente, quanto entra de dinheiro, quanto você tem de gastos mensais essenciais e conhecer as suas dívidas. Os juros que você está pagando nas dívidas são, quase que certamente, maiores do que o rendimento dos investimentos que você vai fazer. Por isso, antes de mais nada, planeje-se para quitar qualquer divida que você tenha com instituições financeiras, principalmente dividas de cartão de crédito.

2. FAÇA UMA RESERVA DE EMERGÊNCIA

A gente nunca sabe o dia de amanhã, e o mantra aqui é: Tenha dinheiro para uma oportunidade ou uma necessidade. Essa reserva tem esse nome porque o dinheiro está lá para ser usado em caso de um acontecimento inesperado: um problema de saúde, alguma coisa em casa que precisa de um reparo que você não estava esperando, e para ou alguma oportunidade que você não quer perder, de negócios ou de experiência de vida. Esse dinheiro separado também dá uma segurança por um tempo, caso sua vida vire de cabeça para baixo de uma hora para outra.

O cálculo para formar a reserva de emergência costuma ser o valor dos seus gastos essenciais mensais multiplicados por seis – ou doze, caso você seja autônoma. Ou seja, caso você perca sua fonte de renda, conseguirá por ao menos seis meses pagar suas contas com tranquilidade enquanto busca outra oportunidade.

Mas vale lembrar: o que é essencial varia de pessoa para pessoa. Pense nas contas básicas da casa: aluguel, condomínio, contas da casa, transporte, alimentação, escola, etc. E o que mais for essencial pra você, tipo ir ao salão. Cada um sabe de si, o importante aqui é não se enganar e incluir nessa conta aquilo que você realmente não pode viver sem e ser for a manicure, que seja, sem julgamentos.

3. ABRA UMA CONTA ONLINE EM UMA CORRETORA

É super simples abrir uma conta em uma corretora online. É a mesma coisa que criar um login em uma conta digital de qualquer coisa. Eu uso a XP, então vou deixar essa opção aqui. Eles vão fazer algumas perguntas para entender o quão familiarizada você é com o assunto e voilà.

A ideia por trás disso é buscar te proteger contra o risco de comprar produtos de investimento mais arriscados do que o que seria adequado para seu perfil.

4. ESCOLHA ONDE QUER INVESTIR O DINHEIRO DA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

E aí chegou a hora de escolher como fazer seu primeiro investimento. Escolher um produto (ou ativo) onde vai colocar seu dinheiro para que ele renda mais. Como estamos falando de reserva de emergência, queremos duas coisas: segurança e alta liquidez, que significa poder resgatar seu investimento a qualquer momento, com baixíssimo risco de perder dinheiro. A busca por um rendimento legal vai ficar pra depois de formada a reserva.

Os melhores produtos (ativos) para esse objetivo são os de renda fixa, porque eles entregam o que queremos: segurança e liquidez por serem mais previsíveis. Chama “renda fixa” porque eles são fixados à algum índice como a taxa Selic, o CDI, a inflação ou outro.

Ao investir em renda fixa, você está emprestando dinheiro para “alguém” (que pode ser o Governo Federal, algum banco ou até uma empresa) em troca de um pagamento de juros, que é a sua remuneração. Abaixo alguns exemplos de produtos de renda fixa que você vai encontrar como no site da corretora para investir.

– Tesouro Selic 2024 (ou o de menor prazo disponível).

Tesouro Selic tem o rendimento atrelado à taxa básica de juros. Aqui, você está emprestando dinheiro para o Governo. É o menor risco dentre ativos brasileiros. Clique aqui para saber mais sobre Tesouro Direto.

– CDBs – Certificados de Depósito Bancário

Um CDB é um título de renda fixa emitido pelos bancos para captar dinheiro e financiar suas atividades. Nesse caso, você está emprestando dinheiro para um banco. Para diminuir seu risco ao máximo, procure ativos de bancos mais conhecidos e com risco baixíssimo de ter problemas. O ideal é procurar por CDBs com liquidez diária, que paguem ao menos 100% do CDI (Certificado de Depósito Interbancário, um taxa de transações entre os bancos), que é próximo à nossa taxa básica de juros.

– Fundos de investimento DI que não cobrem taxas.

Fundo DI são fundos de investimentos composto por diversos títulos com rendimento baseado na taxa CDI. Ou seja: ele combina vários investimentos de renda fixa dentro de uma única aplicação. Esses fundos investem em títulos do Governo, o risco também é bem baixo.

Você pode colocar o dinheiro que separou para montar sua reserva em uma só dessas opções ou diversificar entre elas. Além disso, não é preciso esperar juntar todo o valor da reserva antes de começar a investir. Com R$120 já é possível aplicar no Tesouro Selic. Depois, é só ir aplicando sempre que juntar mais um pouco, até completar o valor que você quer.

COMO CRIAR O HÁBITO DE FICAR BFF DO SEU DINHEIRO

Talvez no começo, até pegar o costume de entrar no site ou aplicativo da corretora, o processo pareça mais difícil do que realmente é. Mas com certeza fica mais tranquilo ao longo do tempo, principalmente quando o ato de investir se tornar um hábito. Garanto que é muito satisfatório cuidar do seu dinheiro e, mais do que isso, vê-lo crescendo, para te dar segurança e realizar seus sonhos. Depois, é difícil parar!

Crie alarmes, reminders, anote no calendário e acesse todos os dias. Aos poucos você vai se familiarizando e se sentindo poderosa por ter algum controle sobre a sua vida financeira. Aos poucos essa tarefa vira um hábito e daqui um tempo suas decisões serão mais seguras e assertivas. É como aprender uma nova língua.

 

Coming soon: como diversificar o investimento depois da reserva de emergência? Deixe nos comentários as dúvidas de vocês pra gente trazer soluções nos próximos textos. Thank you, Lolla Team. 

by Camilla Dolle

Economista, trabalha na XP, onde se dedica a levar conhecimento sobre investimentos para investidores, de iniciantes a avançados. Tem uma coluna mensal sobre o tema na Infomoney e é uma das líderes do coletivo de mulheres da XP, o MLHR3

0 Comments

POST A COMMENT