Como Reciclar o Lixo o guia do lolla
Pinterest

How to do Anything? A coluna de dicas práticas para melhorar a sua vida e da sua família pelas editoras do Lolla. Vamos trazer soluções e dicas sem afetação de pequenas atitudes e coisinhas para deixar a vida mais leve, fun e com você no controle. 

Na semana passada publicamos um texto no Lolla sobre como ter hábitos mais sustentáveis e um das nossas dicas para começar a introduzir na sua rotina é a reciclagem do lixo. Muita gente já faz isso, ainda bem, mas também tem muita gente que quer começar ou melhorar suas técnicas. Hoje vamos dar algumas dicas super práticas para quem quer iniciar a reciclagem e não sabe como e também para quem já faz e quer melhorar ou dar um passo adiante. Leia abaixo.

 

Antes de tudo, por que Reciclar?

A prática de reciclagem é importante, principalmente nesse contexto de consumismo exacerbado em que vivemos, para “desafogar” os sistemas de aterros ou de descarte incorreto, como jogar lixo no mar (awful, né?).

Além disso, os impactos ambientais gerados pela reutilização de materiais são facilmente visíveis: diminui a poluição, reduz os gases de efeito estufa e ainda reduz o gasto de energia – fora que é mega essencial para a renda de milhares de famílias.

Deu vontade de já separar o lixinho e começar a reciclar? Então entenda maneiras leves e práticas de fazer isso.

 

Como eu posso reciclar de forma fácil e prática?

A primeira dica mais basic de todas e que vai te ajudar a reciclar sem você nem perceber: na cozinha, tenha pelo menos duas lixeiras: a de orgânicos/restos de comida; e a de recicláveis (plástico / papel / alumínio/vidro):

  • Tudo na mesma lixeira de recicláveis: plástico (garrafas/embalagens), de papel/papelão (embalagens) e alumínio (latas) você pode colocar na lixeira para reciclar. Hoje a maioria das empresas que fazem coletas seletivas quase não precisam mais da separação do lixo dentro da categoria recicláveis, pois o processo é automatizado (vale verificar se é o caso da empresa que passa na sua rua);
  • Lixo limpo é lixo sem cheiro: passe uma água rápida ou deixe as embalagens de plástico/alumínio/vidro na pia enquanto você lava outras coisas. O excesso de resíduos vai sair de forma natural…. Prometo que você não vai perder tempo!
  • Lixo orgânico e comum: restos, matérias não recicláveis, etc.. tenha uma lixeira só para esse lixo (no final deste tem dica do que fazer com seu lixo orgânico se quiser dar um passo mais)

E o lixinho de banheiro? 

Embalagens de plástico/papel/vidro vão para o lixo seco da reciclagem e o lixinho sujo vai para o lixo comum. Você pode inclusive ter duas lixeiras no seu banheiro, tal como a nossa founder Rosa.

 

1 338x600 - O Guia do Lolla de Como Reciclar de Forma PráticaO que fazer com as garrafas/potes de vidro?

Nada mais charmoso do que usar garrafas de vinho e de água de vidro como castiçais. Você pode até comprar um suporte de ferro, aqui no Brasil mesmo, para segurar as velas na boca da garrafa, very french. Mas se você não quer dar uma segunda vida para os potes de vidro e usá-los para armazenar alimentos ou pintar como uma atividade com as kids, você pode destinar para a reciclagem. MAS saiba que o processo de reciclagem de vidro é mais complicado/caro e no Brasil o vidro quase não é reciclado por isso. Então o que fazer?

  • Verifique se a coleta seletiva que passa na sua casa aceita o vidro: em São Paulo, a maioria das empresas permite que o descarte seja feito junto com plásticos/papelão/alumínio, o que facilita muito a vida;
  • Opte por comprar produtos em latas de alumínio: por exemplo, substitua a cerveja de garrafa por cerveja de lata – sim, foi difícil para mim também – e sirva num copo bonito, porque, vamos combinar, latinha é muito feio…
  • Junte vários vidros e leve num ponto de coleta: você pode até ter uma lixeira só para vidros para facilitar. Em Paris a gente não pode misturar com os outros recicláveis, então eu vou juntando o vidro limpo num saco e levo no ponto de coleta perto de casa. Em São Paulo, eu sei que tem em vários lugares também, até no supermercado. Consulte no site Ecycle ou Recicla Sampa.

 

Eu não tenho coleta seletiva na minha rua/no meu prédio e não tenho tempo de levar nos pontos de coleta. O que fazer?

  • Se você mora num prédio:  você pode propor para os seus vizinhos e ai é só verificar com as empresas que fazem esse tipo de coleta.
  • Se você mora em casa: você pode verificar pelo seu CEP se o caminhão da coleta passa na sua rua e em quais dias/horários;
  • Você também pode chamar uma pessoa que faz a coleta em casa: para ir na sua rua buscar pelo APP Cataki. Além de prático, você está ajudando a gerar renda para uma pessoa que precisa. Cool.

 

Vamos falar sobre o lixo orgânico?

A gestão de lixos orgânicos exige uma mudança maior de estilo de vida. Aqui vão 3 dicas rápidas do que você já pode incorporar na sua rotina caso queira dar uma destinação mais sustentável para o seu lixo orgânico.

  • Reaproveitar talos e cascas: de legumes para fazer um caldo, por exemplo. Receita aqui; de cítricos para produtos de limpeza caseiro (sim, é possível). Receita aqui.
  • Compostagem: exige uma mudança de mindset  e requer alguns cuidados extras. Mas se você tiver a disposição e intenção, compostar é incrível e revolucionário. Os restos vão para a composteira dos orgânicos para vir adubo para as plantas. Compre aqui uma composteira e aprenda como usar aqui.

 

Ensine as pessoas que moram com você

É importante ensinar/educar as pessoas que convivem com você sobre as regrinhas da reciclagem. Vamos ser realistas aqui, talvez você se irrite nesse processo, mas, no final, vai valer a pena e todo mundo que mora com você vai, eventualmente, fazer de forma automática. Ah e as crianças adoram. Está sem ideias de como distraí-las com brincadeiras diferentes, bora reciclar! E de bônus você ainda forma adultos melhores e mais conscientes.

 

LEIA TAMBÉM:
Como substituir o PLÁSTICO por VIDRO na Cozinha

POST A COMMENT