Meditação e Mindfulness: entrevista com Luiza Hummel, fundadora da KAVANAH MEDITAÇÃO

Lolla Team

Luiza deixou a arquitetura há 14 anos para buscar formas de ajudar as pessoas a se conectarem profundamente com elas mesmas e com as suas vidas. Em 2016, fundou a Kavanah Meditação e tem criado caminhos para que pessoas e empresas vivam os benefícios do mindfulness e da meditação todos os dias. Instrutora de mindfulness L1 pela Brown University, Luiza também se dedica diariamente à sua prática pessoal bem como a cursos e retiros promovidos pela mesma universidade.

Afinal, o que exatamente você faz?

Me apresento para as pessoas como professora de meditação e mindfulness, mas a essência do meu trabalho é ensinar as pessoas a se conhecerem melhor, a desenvolverem suas relações com elas mesmas e a encontrarem caminhos para lidarem melhor com os desafios da vida.

Como você conseguiu esse trabalho?

Eu comecei a meditar em 2014 quando comecei a ter crises de asma. Eu morava em Tel Aviv e o médico me falou que eu havia desenvolvido uma asma emocional. Era um momento muito difícil na minha vida – pessoal, profissional e no ambiente em que eu vivia. Eu sou formada em arquitetura, mas naquela época eu trabalhava como professora em um centro de estudos de espiritualidade. Comecei a ler sobre meditação e tentar entender, pelo lado da ciência, o que acontecia no meu cérebro e corpo quando eu meditava e os benefícios para a saúde em geral. A prática me ajudou tanto que eu quis dar continuidade aos meus estudos. Ainda naquele centro eu comecei a dar umas aulas de meditação e, em 2016, abri a Kavanah com a intenção de ensinar meditação sem falar em espiritualidade. Desde então ministro cursos, programas para empresas e atendo em sessões particulares. Minha formação em mindfulness é pela Brown University.

Como é um dia típico no escritório/home office/ coffee shop?

No início da pandemia entreguei o espaço físico e passei meu trabalho todo para online. Achei bem prático!  O meu dia é dividido entre trabalho administrativo, planilhas, marketing, calendário de cursos, cronogramas, momentos de estudo em que eu preparo as aulas dos cursos e as sessões particulares, e os cursos, meditações em grupo e atendimentos de clientes. Eu tenho uma assistente que me ajuda na parte da comunicação com os clientes.

 

O que você ama sobre o seu trabalho?

Eu amo aprender! E aprendo muito com o meu trabalho. Aprendo através da minha prática pessoal de meditação, que é fundamental para o meu próprio desenvolvimento (como pessoa e profissional) e aprendo muito com cada cliente. Amo acompanhar cada processo.  

Qual foi a melhor decisão que você já tomou sobre a sua carreira?

Começar. Eu preparei um curso (Aprendendo a Meditar), convidei vários amigos e eles me ajudaram a divulgar depois de participarem.

Qual foi a pior decisão que você já tomou sobre a sua carreira?

Pensei muito nessa pergunta, mas realmente não acho que nenhuma decisão tomada foi ruim.


O que você estaria fazendo se não fosse isso?

Não faço ideia.

 

Como você organiza o seu tempo?

Sou bem desorganizada com o meu tempo para ser sincera… tenho os meus horários de atendimento e os horários dos cursos e práticas em grupo – no resto do tempo vou encaixando as atividades das minhas to do lists. Todos os dias paro em algum momento (geralmente à tarde) para meditar.


Qual você acha que é o seu maior superpoder no trabalho?

O meu jeito sensível e acolhedor. Eu simplifico a meditação e ensino ferramentas para as pessoas serem mais amigas delas mesmas.

 

Qual é a sua maior fraqueza?

Procrastinação – deixo muitas coisas para a última hora… não gosto disso!

Comparação com os outros – hoje em dia menos, mas ainda me pego às vezes me comparando e sofro um pouco com isso.

Perfeccionismo – estou melhorando!! Mas durante um bom tempo eu deixei de fazer algumas coisas esperando que estivesse tudo perfeito para começar.


Como você toma decisões?

Primeiro eu peço a opinião de várias pessoas em que eu confio muito – gosto de avaliar opiniões diferentes das minhas. Depois eu penso sozinha e decido de acordo com o que faz sentido para mim.

 

O que você lê?

Leio notícias do dia a dia por meio de um canal do qual recebo um resumão de manhã e sempre leio alguns livros – ou para o preparo de aulas e conteúdo, ou assuntos de que eu gosto e sinto que podem me acrescentar. 

 

Qual você acha que é o segredo para chegar onde chegou?

Sempre levei o meu trabalho muito a sério, sempre estudei muito (e continuo estudando). Tenho um senso de responsabilidade muito grande. E sobre os desafios e propostas de trabalho que aparecem, penso: “se tiver medo, vai com medo mesmo”.

 

Qual hora do dia você se sente mais produtiva?

À noite. Eu produzo muito mais, consigo me concentrar melhor, ter ideias, me organizar…


Quais ferramentas você usa para melhorar a produtividade?

Eu uso muito papel – tenho sempre um caderninho por perto para anotar tudo o que preciso fazer e organizo muitas coisas também em fichários (tenho separados para material de cursos, para tarefas do dia a dia, e outros assuntos).

 

Agenda de papel ou Google Calendar?

Hoje em dia uso um planner para organizar o calendário de cursos e Google Calendar para o dia a dia.

 

Com qual roupa você se sente mais powerful para trabalhar?

Como agora meu trabalho é online, sempre acabo focando mais na parte de cima – amo camisa branca ou com babados ou mangas mais bufantes (sem muito volume), jóias (brincos, pulseiras e anéis) e maquiagem.

 

Work snacks?

Frutas frescas e secas, castanhas, biscoito de polvilho e recentemente conheci uma marca que estou adorando – Bianca Simões – compro chips de beterraba, de abóbora, de couve, torradinhas de castanhas… se deixar eu passo o dia comendo! Só não como quando estou atendendo ou dando aulas.

 

Qual foi a maior experiência profissional que você já teve?

Serve a experiência em que eu senti o maior frio na barriga da minha vida? Participei de um evento no interior de São Paulo dos supermercados Extra com todos os gerentes do Brasil. Me preparei muito para essa apresentação, mas nunca me esqueço da sensação ao chegar ao hotel do evento um dia antes e ver aquela sala enorme, lotada de pessoas. Minha vontade era sair correndo dali hahaha mas deu tudo certo e foi uma sensação maravilhosa quando eu terminei.

 

Quem é você no escritório?

Depende do dia – alguns dias focada e produtiva, resolvendo vários assuntos e, em outros, aérea, sem foco e deixando as coisas para o dia seguinte.


O que você procura quando está contratando alguém para o time?

Meu time hoje sou eu, a minha assistente e minha contadora. Se contrato alguém para algum serviço específico, procuro pessoas que entendem o significado do que eu faço, que vistam a camisa e que entreguem com qualidade.

 

Qual é o principal desafio em empreender? 

Acho que é ter que saber pelo menos o básico sobre várias áreas que nunca tive conhecimento. Mas o tempo e a prática ajudam bastante.

 

Algum conselho para novos empreendedores?

Pratique meditação! Isto vai te ajudar a se conhecer mais profundamente e a aprender a lidar melhor com os desafios (que são muitos!). Faça algo em que acredite e se dedique.

 

INSTAGRAM: @kavanahmeditacao

SITE: www.kavanahmeditacao.com

Share this story

Comments Expand -
Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.