72073296 2772787779419750 7805254203025784520 n - Lolla City Guide: O Bairro Francês em Shanghai
@wenjunlau_shanghai

THE LOLLA CONNECTION

Mesmo que no imaginário de muita gente a China ainda seja desconhecida, cheia de mitos e estereótipos, vocês já devem ter ouvido falar de Shanghai como uma daquelas cidades super cosmopolitas que pode ser comparada as big cities do mundo como New York, Hong Kong, Londres, certo?

Posso dizer que a fama é verdadeira: estar em Shanghai é realmente sentir a vibe de uma cidade internacional com tudo o que ela tem a oferecer – programas culturais, vida noturna, grifes famosas, restaurantes internacionais de chefs renomados – mas mais do que isso, a cidade ainda proporciona uma experiência extremamente local. E o melhor exemplo, é a área do Former French Concession! Sim, como o nome diz, é o antigo Bairro Francês em Shanghai!

Blackstone1 - Lolla City Guide: O Bairro Francês em Shanghai

Blackstone / Foto: SmartShanghai

Não, nem tente imaginar uma cidade cenográfica francesa, uma fake Paris criada por Chineses! Longe disso! O French Concession é um verdadeiro Mix and Match de estilos que contam uma longa história de integração Europeia desde o século 19. Shanghai já era uma cidade portuária importante e muitos estrangeiros encontravam nesta área o melhor ambiente para fixarem residência. Em 1848, o consulado francês recebeu permissão para se apropriar do local e assim melhorar as relações franco-chinesas. O resultado foi o desenvolvimento de uma área única para que os franceses se sentissem em casa.

Até hoje é a área mais procurada por expatriados franceses, e amantes deste estilo de vida, diria mais “SOHO”, repleto de galerias de arte, cafés, trendy bars, lojas de antiguidades e boutiques, onde se faz tudo a pé ou de bicicleta! Aliás, eu também escolhi o French Concession para morar, e tentei listar os motivos e locais favoritos pelos quais me fizeram cair de amores pela região!

Landmarks

Apesar do cartão postal mais conhecido de Shanghai ser a área do Bund com a visão dos arranha-céus megalomaníacos de Pudong, o French Concession é mais low profile, com ruas estreitas, prédios mais baixos e um verdadeiro oásis art deco!  As árvores são da mesma espécie encontrada em Paris, o Plátano (ou London Plane), aliás trazida pelos franceses,  o que dá o tom para recriar a mesma atmosfera, mas com a alma local de Shanghai.

 

Normandie.1 - Lolla City Guide: O Bairro Francês em Shanghai

Normandie Appartements

Um dos edifícios mais icônicos da região, é o Normandie Apartments – prédio residencial dos anos 20 ainda habitado. É possível entrar e circular nos corredores, além de conferir as plantas dos apartamentos e informações no térreo. Pelos arredores é de praxe encontrar noivas e modelos posando para fotógrafos que usam o Normandie como cenário perfeito para shootings.

 

SinanMansions2 - Lolla City Guide: O Bairro Francês em Shanghai

Sinan Mansions / Foto: Archdaily

O Sinan Mansions é um conjunto residencial mais clássico que abrigava a elite de Shanghai nos anos 20. As residências foram transformadas em restaurantes, lojinhas, livraria, cafés (incluindo um Starbucks adaptado à arquitetura original) e feiras locais intinerantes.

 

FuxingPark3 - Lolla City Guide: O Bairro Francês em Shanghai

Fuxing Park / Foto: Smart Shanghai

E claro, há também um parque tipicamente francês, o Fuxing Park, onde até as placas de sinalização estão nas duas línguas: francês e mandarim! O parque é incrível, possui lago e cascata, além de um jardim de roseiras. Está sempre vibrante, repleto de pessoas de todas as idades seja caminhando, dançando em grupos ou praticando tai chi!

Boutiques Locais

Apesar das grifes internacionais também habitarem a região, French Concession é dominado por pequenas boutiques, lojas de decoração, antiquários e brechós de rua, bem no estilo Marais. É exatamente isso que faz com que o distrito tenha este ar mais europeu.

Boutiques.2 - Lolla City Guide: O Bairro Francês em Shanghai

Foto: @smile4travel

Fica difícil fazer uma lista das lojas preferidas e a impressão que dá é que sempre há algo inexplorado ou uma loja que não estava lá antes! Eu costumo caminhar despretenciosamente pelas minhas ruas favoritas:

Screen Shot 2021 09 29 at 13.07.49 e1632933136936 - Lolla City Guide: O Bairro Francês em Shanghai

R.G.F / foto instagram 

Na Julu Lu (em Chinês, “Lù” quer dizer “rua”), a R.G.F. é minha escolha para decoração e um café no jardim, depois sigo para Anfu Lu, parando para conferir a coleção de acessórios no atelier da Zoaje, marca de um casal de designers de joias franceses, e mais adiante, o recém inaugurado secod hand store Dèjá Vu de roupas e livros restaurados.

 

nicetomeetyou3 - Lolla City Guide: O Bairro Francês em Shanghai

Livraria Nice to Meet You /Foto: SmartShanghai

Descendo pela Wulumuqi Lu está a flagh ship da Kate Wood Originals, e chegando à Fuxing Zhong Lu, é impossível não entrar na livraria Nice To Meet You do renovado complexo residencial Blackstone Apartment, que aliás, já é um acontecimento! Por todo o trajeto, é possível explorar uma infinidade de lojas bem peculiares! Programa que não tem fim!

Cafés e Boulangeries

Dizem que Shanghai é a cidade com mais cafés do mundo! E claro, no French Concession é realmente possível encontrar um café em cada esquina – Já cheguei a contar 11 cafés somente ao longo da rua em que moro!

9731532423921 - Lolla City Guide: O Bairro Francês em Shanghai

Foto: Smart Shanghai

Parte da cultura de tantos expatriados que moram na região, o café também caiu nas graças dos chineses. E assim, podemos escolher uma infinidade de cafés especiais preparados das mais diversas formas! É o acompanhamento perfeito para a pâtisserie local com sotaque francês e ainda de quebra, sair com sua baguete debaixo do braço, feita com farinha francesa!

Screen Shot 2021 09 29 at 18.15.31 - Lolla City Guide: O Bairro Francês em Shanghai

Foto: @cafechezw

De pequenas portinhas como o meu café do coração Chez W – que serve o melhor home made scone de Shanghai (ok, o bolinho é típico Inglês, não francês) – , e o fofo Doki Doki,  à redes famosas locais como o Rac pare crepes e vinhos naturais, Luneurs e Pain Chaud com seu pain au chocolat e baquete a prova de erros!

Apéro

Assim como os cafés, escolher um bar para um rápido aperitif ou happy hour com amigos vai depender do que prefere: um clima mais agitado ou mais intimista, temático ou super fancy.

 

RootDown2 - Lolla City Guide: O Bairro Francês em Shanghai

Root Down/ Foto: Nonfluence

Na minha lista estão o Botanic Lab, com uma decoração bem peculiar, parecendo um laboratório botânco como sugere o nome, e bem pertinho, na mesma rua, está o Root Down, com decor elegante, remontando os bares de vinyl japoneses dos anos 50. A coleção de disco é imensa e já ouvi até Tim Maia na playlist degustando drinks feitos com uma séria precisão que só um barman japonês poderia ter.

Na mesma rua está o Sober Company, com quatro andares e ambientes diferentes, sendo o quarto andar, secreto! Foi eleito o quinto melhor bar da Ásia na lista do world’s 50 best.

Restaurantes

Nem sei por onde começar! De cozinha chinesa as mais variadas internacionais, francesas claro, mas também espanhola, italiana, peruana, tailandesa, japonesa entre tantas outras!

VillaleBec2 - Lolla City Guide: O Bairro Francês em Shanghai

Villa le Bec / Foto: That’s Shanghai

Já que estamos falando do pedacinho da França, começo pelo Villa Le Bec, em um casarão lindo, e o simpático Chez Jojo para um foundue ou raclette no inverno.

 

Egg1 - Lolla City Guide: O Bairro Francês em Shanghai

Egg / Foto: Pinterest

O Slurp! é uma boa opção para experimentar a cozinha chinesa de Yunnan, com uma culinária bem peculiar, apimentada. E o Egg para comidinhas saudáveis!

Para quem gosta de lugares únicos, mais tranquilos e cheios de charme, espero que tenham aproveitado a visita por este pedacinho de Shanghai. Fico com a sensação de ter deixado muita coisa fora da lista,  mas pode ser um bom motivo para explorarmos mais em nossos próximos encontros! No Lolla, ou quem sabe, aqui na China!

 

LEIA TAMBÉM: MADE IN CHINA, AND PROUD OF IT: Uma Introdução ao Fashion World Chinês

POST A COMMENT