ma camargo museu lisboa

Hey there, art lovers!

Esses dias caí em uma trend no tiktok – falando nisso, já segue o Lolla por lá? – chamada “4 obsessions” e fiquei um bom tempo vendo o que as pessoas amavam. Essa brincadeira boba me fez olhar para dentro pensar em quatro coisas que eu realmente amo e a primeira que me veio à cabeça foi: museus! Além das obras que lá estão eu sou absolutamente fascinada pelo ambiente em si. Me encanta a arquitetura pensada para valorizar as peças, os espaços vazios, o silêncio, o movimento das pessoas, os cheiros, a iluminação e, especialmente, a minha atenção plena quando estou em um museu.

Em qualquer cidade que eu visite, nem que seja por um único dia, eu faço questão de visitar pelo menos um museu. Para mim é parada obrigatória all over the world. Claro que, como boa rata de museu, tenho os meus museus favoritos em Lisboa, todos absolutamente diferentes entre si, mas encantadores dentro de suas personalidades. Com certeza que pelos menos algum deles vai fazer seus olhos brilharem, como fazem os meus. Só um coisa, eu adaptei a trend do tiktok para 3 Obsessions.

Meus museus favoritos em Lisboa

 

1. Museu Coleção Berardo 

 

 

Sem dúvidas o meu preferido. Já falei dele por aqui, mas não me canso de compartilhar seu je ne sais quoi. Além do acervo de cair o queixo e das exposições que recebe o museu tem toda uma “aura” misteriosa que muito me intriga.

O acervo é parte coleção privada de uma figura controversa portuguesa: José (Joe) Berardo. De origem humilde Joe emigrou para a África do Sul e construiu sua fortuna na exploração de ouro. Retornou à Portugal cercado de polêmicas, deixando para trás a sua família e muitas dívidas.

Long story short começou a investir em arte, inaugurou o museu e transitou com toda a sua excentricidade junto a elite portuguesa. Algumas escolhas equivocadas, investimentos e garantias duvidosas depois Berardo voltou ao noticiário policial em 2021 ao ser preso em uma investigação de lavagem de dinheiro. Solto após pagar uma fiança milionária continua respondendo ao processo e bem mais low profile do que nos idos dos anos 2000.

Prato cheio para os amantes de arte e true crime, right? Para quem se interessou recomendo o documentário “My name is Joe da CNN Portugal.

 

Endereço: Praça do Império1449-003 Lisboa, Portugal.

Mais informações: www.museuberardo.pt.

EXTRA TIP: aos sábados, a entrada do museu é gratuita. O jardim que fica na parte de trás é lindíssimo e tem obras incríveis a céu aberto. Na entrada principal tem um bar com vista privilegiadíssima para o Tejo e, se eu puder sugerir um drink, Porto Tonic para acompanhar o pôr-do-sol.

 

 

2. Fundação Calouste Gulbenkian 

 

A Fundação foi criada em 1956 em virtude do testamento deixado por Calouste Sarkis Gulbenkian, filantropo de origem armênia que viveu em Lisboa nos seus últimos anos de vida. O espaço conta com um museu, que expõe a coleção particular de Gulbenkian; um Centro de Arte Moderna, que abriga uma importante coleção de arte moderna e contemporânea portuguesa; uma orquestra; uma biblioteca de arte; um instituto de investigação científica e um jardim onde realizam-se atividades educativas.

A fundação tem o propósito melhorar a qualidade de vida das pessoas por intermédio da arte, ciência e educação. O acervo da coleção particular é in-crí-vel: Rodin, Manet, Renoir, Monet, Degas e muiiiito mais. As atividades que se realizam no local são incríveis, já tive a oportunidade de assistir a um concerto de piano e uma apresentação de ópera.

O conjunto de edifícios que compõe a fundação está distribuído em uma área de 7,5 hectares. Em termos arquitetônicos merece destaque o edifício sede, de arquitetura modernista, datado de 1969 e o extenso jardim que celebra a paisagem portuguesa.

Ao meu ver o Gulbenkian é um multiprograma e que agrada a todos os gostos. Tem arte, música, natureza, arquitetura e até uns patinhos fofos com postcode privilegiado.

 

Endereço: Av. de Berna 45A, 1067-001 Lisboa

Mais informações: www.gulbenkian.pt

EXTRA TIP: a visita aos jardins da fundação à biblioteca é gratuita. No verão os gramados e mesinhas espalhados viram palco para deliciosos picnics em meio à natureza.

 

 

3. MAAT 

 

 

O MAAT (Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia) é o mais recente museu de Lisboa. Inaugurado em 2016 tem como objetivo celebrar e questionar as ambições culturais e intelectuais através dos quais existimos em nossa completude: como nos expressamos (arte); como vivemos (arquitetura) e como criamos (tecnologia).

O museu é composto por dois edifícios, o primeiro é uma antiga central termoelétrica e o segundo um belíssimo projeto de um estúdio de arquitetura londrino desenvolvido para se camuflar e integrar à paisagem.

O acervo, da mesma maneira, é composto por duas coleções: arte portuguesa e patrimônio energético. A segunda é prato cheio para as kids – e adultos também – é mega interativa, ensina processos energéticos de forma simples e, ao final, tem uma parte composta por brinquedos que estimulam as crianças a colocarem em prática aquilo que aprenderam.

O MAAT recebe também exposições interessantíssimas e imersões artísticas super especiais. Inclusive foi lá que participei – muito mais que visitei – da minha exposição preferida de 2021, a Sanatorium, que contei mais detalhes aqui no Lolla.

 

Endereço: Av. Brasília, 1300-598 Lisboa, Portugal.

Mais informações: www.maat.pt/

EXTRA TIP: o MAAT Cafe & Kitchen é um dos meus bistrôs preferidos em Lisboa e fica no coração do museu. Tem vista privilegiadíssima do Tejo e vai do brunch ao happy hour com maestria. Vale a vista e a reserva, pois é bem concorrido.

 

Espero que um dos meus museus favoritos esteja no seu roteiro de Lisboa e que, além das obras, você possa aproveitar toda a energia que está além das paredes. See you soon!

 

Fun fact: o amor por museus é tanto que eu casei em Las Vegas – experiência devidamente registrada no Lolla – e depois dos trâmites legais no Brasil fiz uma pequena recepção para a família no café do meu lugar preferido em Curitiba: Museu Oscar Niemeyer.

 

LEIA TAMBÉM:
Lolla City Guide: Street Art em Lisboa, as obras favoritas da nossa Portugal-based writer
3 DAYTRIPS Pertinho de Lisboa

 

by Marina Camargo

A rebel at heart mais metódica e by the book que você vai conhecer. Uma curitibana morando em Lisboa, de onde compartilha suas muitas paixões em seu instagram.

0 Comments

POST A COMMENT