Já passou um creme hoje?

bath boutique city modern selfcare day - Já passou um creme hoje?

Photo: The Ludlow Hotel

Em comemoração ao Dia Internacional do Autocuidado, celebrado hoje (24 de julho), a nossa beauty columnist, Laís Andrade do @cherryglossbr, reflete sobre a importância dos rituais de beleza. Enjoy!

Já falei algumas vezes no blog do Cherry Gloss sobre o meu podcast favorito: o americano Fat Mascara, das editoras de beleza Jennifer Goldstein (Marie Claire) e Jessica Matlin (Harper’s Bazaar). Em um de seus últimos episódios, a dupla entrevistou a jornalista inglesa Emma Guns, que também tem um podcast sobre beleza (o Emma Guns Show), no qual, de uma forma sempre leve e descontraída, trata de temas que aparentemente vão muito além desse universo, como saúde mental, terapias alternativas e autoconhecimento.

Ao ouvir o episódio com Emma, comecei a refletir sobre essa questão: poderia o universo da beleza ser um poderoso aliado em nossa busca pelo bem-estar, pela auto-conhecimento, e até – porquê não – pela nossa própria felicidade?

Fato é que sempre achei curioso que temas relacionados à saúde e bem-estar estivessem dentro da sessão de “Beleza” nas revistas femininas. Antigamente, me parecia que tais universos se complementavam por uma simples questão de estética – o lançamento de uma nova linha de skincare teria mais a ver com a nova dieta do momento, do que com os ensaios de moda, por exemplo. Hoje, no entanto, com a explosão do universo wellness e a noção, cada vez mais clara, de que beleza sem bem-estar é mero acessório, a união desses universos traz uma visão muito mais interessante e holística da própria função dos produtos e rituais de beleza.

Para mim, o essencial da Beleza, aquilo que faz com que esse tema seja sempre buscado, pesquisado e discutido dentro do vasto universo feminino, é o seu incrível poder de nos proporcionar instantes de auto-conhecimento e plenitude. Afinal, você já parou para pensar sobre os momentos no seu dia-a-dia em que está verdadeiramente sozinha, fazendo algo apenas por você? Eles provavelmente envolvem o universo da beleza. Seja tomando banho, fazendo a sua rotina de skincare em frente ao espelho ou mesmo se maquiando, você está ali, presente de corpo e alma, fazendo algo apenas por e para você.  

O ritual de passar creme hidratante no corpo, por exemplo. Já parou para pensar no que ele significa? “Ah ora, é só para a minha pele não ficar seca” você pode pensar. Mas eu acredito que é muito mais do que isso. Para mim, esse é um momento da gente se conhecer melhor, de se redescobrir, exercitando assim um ato puro de amor-próprio. E é uma forma  também de nos conectarmos com o momento presente – esse, tão valioso, e que tantas vezes durante o dia foge completamente da nossa atenção.

A retomada da atenção, propiciada por um simples ritual como o de passar creme hidratante no corpo, nos traz de volta para as sensações do tato e do olfato, presenteando-nos com um momento especial. O olfato, inclusive, é um sentido poderosíssimo nessa retomada da consciência que um momento de beleza tem a capacidade de promover. Ele, afinal, ele é o único sentido forte o suficiente para nos arrancar dos devaneios de nossa própria mente em um piscar de olhos. Pense nisso: você pode estar olhando alguma coisa, comendo, ouvindo música, sentindo algum toque na pele, e durante qualquer uma dessas atividades estar com a cabeça lá no mundo da Lua… totalmente distraída, há anos luz de distância do momento presente. Mas na hora que aquele aroma delicioso de lavanda do hidratante invade o seu olfato, pronto: você é imediatamente arrebatado, voltando parece que num estalar de dedos para o aqui e o agora. Para o banheiro, o ar, a umidade, a pele, o corpo. Esse, para mim, é o poder de um simples ritual de beleza.

Por isso, hoje à noite, quando estiver batendo aquela preguiça de passar o hidratante depois do banho – sim, eu sei bem como é 😉  – lembre-se do poder que este simples ritual pode ter. Permita-se esse retorno sensorial para si mesma, e quem sabe, você se conhecerá um pouquinho melhor.

Avatar

by Lais Andrade

POST A COMMENT