Interview: Cris Thompson, Founder of Tom Pepper’s

tompeppers liriade mercadao 182 scaled e1602166928698 1024x966 - Interview: Cris Thompson, Founder of Tom Pepper's

Photo: Ilana Lichtenstein

Eu me lembro até hoje do dia que descobri a Tom Pepper’s. Foi em uma das feiras no Museu da Casa Brasileira, que vi de longe uma mini arara com um macacãozinho de tricot com um ovo frito no bumbum. Acho que eu estava grávida e resisti bravamente à compra, não gostava de comprar roupinhas e outras coisas fofas durante a gravidez, fui comprando depois deles nascerem. Mas desde então, comecei a acompanhar a marca nesses eventos, vi o caminho natural de algo tão fresh e divertido crescer, abrir uma loja e conquistar o armário de mini pessoas estilosas por aí. A marca é pura infância, leve, colorida, fun e cheia de detalhes apaixonantes. É como amor de mãe e filho, a gente se apaixona pelos detalhes, pelas coisinhas que eles falam, pelas dobrinhas e pelo pé de baguette. 

Q.

Como surgiu a idéia da Tom Pepper’s?

A.

 
Eu estava num momento de transição do trabalho após 12 anos trabalhando numa galeria. Me formei em artes plásticas, fui aluna e depois assistente da artista Leda Catunda, e dessa forma acabei indo parar na Galeria Fortes Vilaça (hoje Fortes d’Aloia Gabriel), onde entrei como arquivista e saí diretora de vendas. Na galeria acabei evoluindo para um outro lado e me afastando muito do meu trabalho como artista, e o nascimento do meu filho foi a gota d’agua para dar este passo. Não sabia o que ia fazer, certamente não desejava mais ser “artista”, mas sentia muita falta do processo criativo. Fui fazer um curso de estamparia e me encontrei total. Já sabia onde usar a criatividade, só não sabia ainda o que faria com as estampas que vinha desenhando. Foi então que uma super amiga portuguesa, que também tinha acabado de ter filho, no dia do meu aniversário disse: “vamos fazer roupa de criança!”. Isso foi em janeiro de 2016, lançamos a Tom Pepper’s em agosto do mesmo ano.
 
Phillip resolveu colocar a camiseta ao contrário: “quero ver o ovo no meu braço, mamãe”. 

Q.

Da onde vem a ideia do nome e porque o Ovo com o centro da marca?

A.

 
O nome vem dos nossos sobrenomes, Tom de Thompson (eu) e Pepper’s de Pimenta (da minha amiga portuguesa que acabou virando sócia). Já o ovo foi muito por acaso. Estávamos desenhando a primeira coleção com a ajuda de outra amiga querida, estilista, a Gigi (Giovana Hasler). Eu tinha muitas idéias para estampas, mas não sabia ainda qual seria a primeira…quando tive um sonho com uma estampa de ovo frito! E foi depois deste sonho que desenhei a primeira estampa de ovo frito, que virou o tema da coleção de lançamento: Ovo Frito.
 
A idéia era fazer 2 coleções por ano e cada uma ter um tema diferente, e assim seguimos com o plano: fizemos a Coleção Design (com desenhos que roubei do meu marido arquiteto), depois a Coleção Nave (também com desenhos do meu marido, que ele fazia para o nosso filho), e a Palavras… Mas as pessoas só queriam saber do ovo! Foi quando resolvi assumir como marca, como logo, e como tema principal.
 
 

Q.

Acho o máximo e super desafiador criar variações sobre o mesmo tema. Como funciona o seu processo criativo?

A.

É bem desafiador mesmo, com certeza seria mais fácil mudar o tema! É um processo muito espontâneo e intuitivo. Por exemplo a estampa das galinhas e pintinhos eu tive a idéia um dia lendo um livro da Clarice Lispector para o meu filho, da galinha Laura. No dia seguinte desenhei as 2 estampas. A próxima estampa a inspiração veio de um desenho do Otto, de um ovo quebrado. Ele acompanha bastante o processo, vai na loja, dá palpite, faz desenhos pra mim, é bem gostoso.
 
tompeppers liriade mercadao previa 011 683x1024 - Interview: Cris Thompson, Founder of Tom Pepper's

Photo: Ilana Lichtenstein

Q.

E quando se sente bloqueada, o que você faz?

A.

Nada! é só dar um tempo e estar presente que a maior fonte de inspiração está no meu dia a dia. Desencano de insistir, não fico martelando, vou fazer outras coisas e uma hora a idéia vem, da forma mais espontânea sempre, é um livro, algo que eu vejo em casa ou na rua e dá um “click”…
 
 

Q.

Quais os planos para a TP em 2021?

A.

 
Um dia de cada vez…a pandemia nos forçou a colocar em prática um conceito novo que já estava em nossos planos, de não ter mais “coleção”, afinal todas as peças e estampas são atemporais. Já não seguíamos calendário algum, mas agora o nosso objetivo é lançar algumas peças por mês, para dividir a produção e ter sempre novidades. 
 
Sponsored by Tom Pepper’s
Rosa Zaborowsky

by Rosa Zaborowsky

Editor & Founder of Lolla.

POST A COMMENT