guia exame seios cancer mama - Guia do Autoexame dos Seios, Contra o Câncer de Mama
@alexachung

De acordo com a American Cancer Society, o câncer de mama é o câncer mais comum entre mulheres nos Estados Unidos depois de cânceres da pele; a ACS estima que 281.550 novos casos de câncer de mama invasivo serão diagnosticados em 2021. Mesmo este número sendo amedrontador, taxas de sobrevivência estão subindo, e se o câncer é diagnosticado nas fases 0 ou 1, a taxa de sobrevivência dos próximos cinco anos é quase 100%.

É por isso que um diagnóstico cedo é tão importante. A mamografia é o exame mais eficiente disponível no mercado para diagnosticar o câncer de mama, e no mínimo uma inovação da biomedicina, The Blue Box, está empenhado em tornar o teste de câncer de mama algo a ser feito em casa. Ao mesmo tempo, Dorraya El Ashry, chief scientific officer do Breast Cancer Research Foundation, diz que “até os exames mais acessíveis não começam até os 40 anos, e que novas regras recomendam começar exames frequentes aos 50 anos, então uma parcela da população feminina não fez o exame”. Enquanto exames robustos não estão disponíveis para todas as idades, você pode acompanhar mudanças nas suas mamas fazendo um auto-exame mensalmente.

A chefe de cirurgias de mama no hospital Mount Sinai Beth Isral, Susan K. Boolbol recomenda que mulheres comecem a praticar o auto-exame na faixa dos 20 anos de idade. “A grande razão pela qual você deveria fazer o auto-exame é para se familiarizar com o seu corpo, pois é quase impossível achar uma diferença quando você não sabe o que é o normal”, diz Boolbol. “Quanto mais confortável você estiver com o seu corpo, mais facilmente você vai conseguir detectar algo novo ou diferente… O normal de todo mundo é diferente. Saiba o que é o seu normal, e procure algo fora disso”.

É por isso que também é importante fazer o auto-exame no mesmo período todos os meses, já que as mamas mudam durante seu ciclo menstrual. Boolbol recomenda fazê-lo durante o último dia ou a última semana de seu ciclo menstrual, quando suas mamas estiverem menos sensíveis. “A medida que você passa pelo ciclo menstrual, os hormônios dentro de seu corpo estimulam e afetam a textura das glândulas mamárias”, ela conta. “Então você fizer o teste em datas aleatórias em cada mês, seu exame vai ser diferente”.

SIGA ESTE GUIA PRÁTICO ELABORADO PELA ALLURE ENQUANTO VOCÊ APRENDE OS PASSOS DO SEU AUTO-EXAME

Step 1

Comece olhando suas mamas no espelho, com seus braços soltos ao seu lado ou suas mãos na cintura. “Independentemente de você fazer o exame deitada, no banho ou na frente do espelho, um exame visual é importante” instrui Boolbol. “Então, mesmo você fazendo o exame no banho, você ainda precisa eventualmente olhar suas mamas no espelho”. A importância disto? “Você não vai sentir um furo ou cova na pele, mas irá vê-lo. Algumas coisas você só conseguirá visualizar, mas não sentir”.

Abaixo estão algumas perguntas que você deveria fazer enquanto faz o auto-exame na frente do espelho, de acordo com Boolbol:

Aparência dos mamilos: “Seus mamilos estão apontando para fora ou para dentro? Este tipo de mamilo não é anormal. Para algumas pessoas, isso é o mais normal para eles. Um sinal de cautela é se você normalmente tem mamilos apontando para um dos lados e do nada um troca de direção”.

Local dos mamilos: “A localização dos mamilos mudou? Parece que ele está, por exemplo, sendo puxado pro lado?”

Tamanho das mamas: “Uma mama ficou maior que a outra?”

Pele: “Tem uma parte mais ecamosa? Houve uma mudança na pele do mamilo? Houve uma mudança na cor de pele da mama? Ela está vermelha?”

Se houverem mudanças do mês anterior, ou a resposta de uma destas perguntas for sim, marque uma consulta com seu médico.

Step 2
Continue o exame visual com seus braços para cima, procurando todos os itens listados no primeiro passo. “As posições diferentes dos braços podem evidenciar mudanças nas mamas,” Boolbol diz. “Por exemplo, se há algo protuberante na mama e você levanta os braços, ele pode sumir. Pode fazer com que a pele seja puxada na direção da protuberância; se você estivesse com seus braços ao seu lado, isto não teria acontecido”.
É bom prestar atenção se algum fluido está saindo dos mamilos, mas evite espremê-los para conferir. “Falamos para mulheres não apertarem seus mamilos já que parte do auto-exame, o corrimento do mamilo não-espontâneo, que só ocorre quando você espreme os mamilos, é relativamente normal”, diz Boolbol.
Step 3
Depois de completar o exame visual, comece o exame do toque. Você pode ficar em frente do espelho para esta parte ou escolher outro local, na condição de que aonde você conduz o exame nunca mude. Boolbol diz que “É importante ser consistente, então se você se sente mais confortável no banho, faça o exame sempre no banho. Se você se sente mais confortável na frente do espelho… faça assim todo mês. Seja como você escolher fazer o exame, isto deveria virar comum”.
Siga as dicas de Boolbol para conduzir o exame de toque:

Levante um braço. “Se você estiver examinando a mama direita, por exemplo, você deveria fazer isso com a mão esquerda, e deixar seu braço ou mão direita em cima da sua cabeça. A razão para isso é que a posição ajuda mover a mama para longe da parede torácica, e nos permite notar mudanças na mama”.

Apalpe levemente com as pontas dos dedos. “O importante é não apertar com força. É um toque leve. Não deveria doer.”

Repita a mesma sequência toda vez. “Pense na mama como um relógio: 12:00, 3:00, 6:00 e 9:00 horas, e continua assim. Comece no 12, no alto da mama. Repita movimentos pequenos e circulares, e se desloque do 12, para o 3, o 6, seguido do 9 e depois de volta às 12:00. Quando voltar para o 12, mexa os dedos para dentro da mama e repita o movimento”.

Cubra o peito inteiro. “Enquanto você mexe ao redor e para dentro, você vai querer sentir atrás do mamilo; mas, dee novo, sem espremê-lo. Aí você pode apalpar a axila”.

De novo, se você achar algo atípico ou diferente de meses anteriores, visite seu médico.

Step 4

Você pode fazer o auto-exame em várias posições (deitada, sentada ou em pé), ou escolha uma – o importante é fazer da mesma forma e no mesmo lugar todas as vezes. “Queremos simplificar isso”, diz Boolbol. “É uma inspeção visual das mamas e depois o auto-exame. Se você prefere fazê-lo sentada ou em pé, isto não importa. O ponto é fazer da mesma forma todo mês”.

Dito isto, auto-exames podem ser um passo importante no diagnóstico. Porém, não confie neles isoladamente – e não entre em pânico se você notar algo fora do normal.  Boolbol conta, “Temos muito cuidado ao falar ‘É um sinal de câncer’ pois estes sinais não necessariamente são câncer”. “Podem ser sintomas de outra coisa acontecendo com a mama… Maioria das coisas que uma mulher vai detectar sozinha – como crescimentos anormais ou mudanças na aparência – não são câncer”.

Um médico pode ajudá-la a determinar o que está acontecendo se você notar algo fora do comum. E no mês seguinte, volta ao 1º passo para repetir o processo.

FONTE: Allure 

POST A COMMENT