Nunca Estaremos Preparados, Mas Tudo Bem. Quando A Vida te da Desafios de Presente. Bring them on!

855dc1f83cfb5182b81f779144e6ec31 - Nunca Estaremos Preparados, Mas Tudo Bem. Quando A Vida te da Desafios de Presente. Bring them on!

Quando me convidaram para explicar como funciona o mercado de moda brasileiro para um grupo de alunos do mundo todo pensei “o desafio é dos bons!”.  A turminha é composta por economistas, administradores, designers, artistas e técnicos têxteis e vêm dos Estados Unidos, Bélgica, Alemanha, França e Holanda.  

Sendo franca, minha vida ficou caótica… tive que reorganizar todas as reuniões da consultoria que cairiam em dias de aula, preparar todo o conteúdo em inglês (meu bloquinho de carnaval foi no ppt) e lidar com a diferença cultural.

Em vários momentos pensei se eu realmente deveria ter aceitado.  Fiquei exausta e muitas vezes me questionei se a aula estava sendo bacana… Neste ponto, a questão cultural pega!  Durante uma aula com brasileiros você sabe se estão gostando – a nossa transparência transborda (para o bem e para o mal).

Estou acostumada a ser interrompida a aula toda para perguntas e discussões, preciso ficar me fiscalizando para manter um equilíbrio entre deixar fluir e voltar para o fio condutor.  Já essa turma de gringos é composta principalmente por europeus, que levantam a mão para falar, isso se tiverem algo muito importante para perguntar.

Lá na Europa, há um respeito muito maior com o professor, o que gera distância com os alunos.  Diferente dos Estados Unidos, onde os alunos são encorajados a contestar os professores em busca de uma construção conjunta de conhecimento.  

Estou mais acostumada com o segundo estilo.  Me questionei muito se faltou me preparar o suficiente para esta diferença cultural, por exemplo.  Mas estou com eles há três semanas (temos mais duas pela frente) e, neste estágio, já estou vendo muita coisa boa!  Aos poucos eu começo a entender o jeito deles de aprender e interagir, o que me permite compreender outra maneira de manifestar o gosto e o afeto (que, afinal, talvez seja o que mais me motiva ao lecionar).

Também ganhei muito adequando para um olhar externo o conteúdo que estou tão acostumada a trazer para a aula dentro do Brasil.  Além disso, com a intenção de levar para eles uma experiência mais próxima das marcas brasileiras, ativei contatos para fazer visitas e trazer palestras. Isso tudo me proporcionou um feeling atualizado do mercado, provocou reflexões e gerou insights.

Reforçando antigos mantras: Nunca estamos preparados.  Sempre vale a pena!

Lolla Team

by Lolla Team

Read ’s posts

POST A COMMENT