b0bcb15746593f09b0f8423b05591cb3 - Como manter a PAIXÃO após anos de Relacionamento?

SEXta feira chegou e todo mundo falando do minuto 19h50 do terceiro episódio do novo seriado da Netflix “Sex/Life”. Eu não assisti a série ainda, mas pulei direito para ver o que tava rolando nesse tão falado minuto. Sou dessas pessoas curiosas mesmo…

Bom, mas não vou falar sobre a nova série do Netflix que está causando tanto espanto nas vovós da geração Tiktok. Como uma boa cringe, eu gosto mesmo é de ver Friends. E agora vós escrevo de um coffee shop, ironicamente tomando um Piccolo (um baby latte). 

Mas vamos lá para a parte que interessa da sexta-feira, o sexo.

Se vocês acompanham assiduamente o Lolla como eu espero que sim, vocês, caras leitoras, vão se lembrar de uma enquete na qual perguntamos se tinham interesse em receber um resumo em português de uma matéria que saiu no Goop chamada “Passion, Intimacy – and why a Little Hate is Normal“.

E para nossa alegria – não nossa surpresa – as pessoas em um relacionamento long-term responderam que sim! E como vocês sabem disso? Simplesmente porque você respondeu SIM.

Sim para ficar, namorar, noivar, casar, viver junto, enfim, se você está em um relacionamento há um tempo você provavelmente já sentiu um “ódiozinho” do seu parceiro, uma “raivinha”, aquela “vontadezinha” de matar.

Mas não se preocupe porque de acordo com Terrance Real, o terapeuta  super star americano, autor do livro The New Rules of Marriage, isso é ótimo!

b2e99c69eaaa9aeeb34cd6fe37136765 - Como manter a PAIXÃO após anos de Relacionamento?

 

Na vídeo-entrevista que Terry Real deu para Goop, Terry diz que “nós casamos com o nosso unfinished bussiness“. Ou seja, a sábia escolha é daquele parceiro que vai “tacar pimenta no seu olho” ou, nas palavras de Terry: “stick the burning spear into your eyeball” (tradução livre – enfiar uma lança em chamas em seu globo ocular).

Calma, ele não está falando de um relacionamento abusivo. Ele está falando em crescimento pessoal e cura profunda que um relacionamento pode proporcionar pelo simples fato de você estar com uma pessoa que te desafia a olhar para aquilo que você tentou por anos esconder/ignorar. E isso é Hot e Spicy para relação.

Para Terry, o confronto saudável está intimamente ligado com a paixão e a vida sexual do casal. Quando esse confronto deixa de existir para manter uma situação de paz aparente, a primeira vítima é ela, a paixão. O ressentimento cresce e o prazer acaba. Esse é o caminho natural quando parceiros deixam de se importar um com o outro e se acomodam até para iniciar uma briguinha saudável. Tá passada?

A dica para não matar a paixão é: “deal with each other“, ou no bom português, vocês vão ter que se aguentar. Brincadeirinha, não é sobre “aguentar” um ao outro, é sobre conversar, lidar com o problema que existe – por mais difícil que seja – aprender e crescer um com o outro.

Segundo Terry, temos que saber distinguir dois tipos de empoderamento quando estamos num relacionamento: o pessoal, que tem a ver com o self, com a pessoa individual; e o relacional (relationship empowerment)  que tem uma energia e lógica totalmente diferentes do empoderamento pessoal. Para Terry, o relationship empowerment tem a ver com trazer a força e energia pessoal para o relacionamento para que um apoie e fortaleça o outro, porque querem e porque se amam. É o famoso “fazer dar certo”, mas sem perder a individualidade. É o “falar o que pensa”, mas com amor e responsabilidade emocional.

8ab0084547acecf19147ae028fbe7866 - Como manter a PAIXÃO após anos de Relacionamento?

Para mim a dica de ouro é: prepare seu parceiro(a) para a conversa. Ao invés de ficar com aquela raiva guardada que a gente já sabe onde vai dar, Terry sugere que avisemos o nosso(a) parceiro(a) que vamos conversar e que precisamos de um tempo X de atenção plena dele(a) para escutar de ouvidos e coração abertos o que temos para dizer.

Não estou falando que vai ser fácil, mas eu já apliquei essa técnica do “vamos marcar um horário para conversar e preciso que você me escute, não é sobre você, mas é sobre como eu me sinto” e foi muito melhor e trouxe mais resultados transformadores para minha relação do que chegar do nada com os dois pés no peito – o que também pode acontecer de vez em quando, escorpiana aqui rs.

O Terry especialista de relacionamento falou coisas super interessantes, mas foi minha irmã – minha life guru pequena Buda como gosto de chamá-la rs – que me disse uma vez quando estava enfurecida confidenciando uma briga que tive com meu namorado:  “Bianca, você estava pronta para falar, mas você perguntou se ele estava pronto para te escutar?”

Sábias palavras. E desde então eu marco hora para DR.

 

aa49ad9b48d7650d98590abd15e75c27 - Como manter a PAIXÃO após anos de Relacionamento?

 

Terry fala ainda sobre a importância da intimidade para seguir num relacionamento. Para ele, intimidade tem a ver com verdade, honestidade e amor. E o sexo é um super aliado. Acho que dessa não dá para discordar, né?

Por fim, Terry fala sobre prioridades. Com a vida louca que vivemos hoje em dia, muitas vezes o relacionamento acaba sendo a “última tarefa” do check-list, depois do trabalho, família, filhos, academia, amigos…

Não é novidade para ninguém que a rotina pode ser um relationship killer, então Terry recomenda o que muitos de nós já sabemos: reserve um momento de qualidade para o seu relacionamento, aprecie a companhia do(a) parceiro(a), agradeça, fale para seu parceiro(a) o que ele/ela faz e que te agrada – e não só o que te desagrada. Quebrar essa lógica de falar só o que a gente não gosta para falar o que gosta e elogiar o outro é muito importante. Isso ajuda o casal a se conectar e tudo melhora, inclusive entre quatro paredes.

Boa sexta-feira e bom feriado! E se quiser, compartilhe esse texto ou os vídeos do Dr. Terry no Goop com seu love. Good luck and make it hot.

by Bianca Longo

Editora e colunista de sustentabilidade e internacional (Paris)

3 Comments

POST A COMMENT