Sobre Manhãs Mais Leves e Rituais que Ditam o Mood do Dia

jun 6, 2019

Adoro rituais. Acho que são momentos que marcam uma passagem, que trazem para a consciência o começo ou encerramento de um ciclo, de uma fase. São celebrações que pontuam mudanças.

A cerimônia de casamento, por exemplo, marca uma nova fase da vida. Por isso sou super a favor de um ritual nesse momento, por mais simples que seja, nem que se trate apenas do casal, olhando um no olho do outro, conscientes de que ali começa uma nova fase para ambos. Sou tão encantada por esse ritual de união que choro em praticamente todos, até quando não conheço os noivos!

Acho que os rituais têm o poder de nos conectar com o que é importante para gente. Recentemente me dei conta de que eles estão presentes o tempo todo na nossa rotina – e podem ser bons ou ruins. Podem criar hábitos positivos ou não. Aliás, os pequenos rituais do nosso dia a dia acabam, de certa forma, moldando parte de quem somos e por isso precisamos olhá-los com carinho.

Algumas pesquisas mostraram que atividades diárias como tomar banho ou preparar nossas refeições, quando realizadas com um pouco mais de consciência, podem se transformar em rituais que tornam nossa vida mais feliz, ajudam a superar momentos difíceis e ainda melhoram nossa performance no trabalho.

Após ler o famoso “O milagre da manhã”, do Hal Elrod, decidi começar minhas manhãs de uma forma mais calma, sem aquela correria de dormir até o último minuto e, ao levantar, ter que correr uma maratona para chegar a tempo em meus compromissos. Também queria ter um pouco mais de tempo para meditar e percebi que, se não fizer isso assim que acordo, depois é impossível. Hal fala que as primeiras horas da manhã determinam como será o seu dia, então resolvi reservar as minhas para momentos mais tranquilos fazendo coisas que eu gosto, como meditação, oração ou mantras, yoga e às vezes até lendo um pouco.

E olha, posso dizer que está sendo tão bom que tenho vontade de acordar cada vez mais cedo – espero que continue assim agora no inverno! Rs. O bacana de fazer seu ritual logo pela manhã é que nesse horário a chance de sermos interrompidos pelo telefone, whatsapp ou alguém em casa é menor. Nesse horário nossa atividade mental também está um pouco mais lenta; no meu caso, sei que às 6h30 da manhã não vou conseguir resolver muita coisa, então acho que meu cérebro naturalmente fica mais slow! Rs. E, como acredito que os rituais têm esse poder de marcar novos ciclos, para mim é uma forma de encarar aquela manhã realmente como uma nova oportunidade, com novas possibilidades.

Mas acho que o importante, independente do horário, é pensar se você tem criado pequenos rituais diários de bem-estar. Talvez para você funcione mais na hora do almoço ou antes de dormir – não importa. O foco aqui é encontrar um tempinho na agenda para fazer algo que te faz bem, de forma constante e programada. É não ter que esperar mais por uma tarde toda livre para ler aquele livro que você quer tanto (o que certamente vai demorar para acontecer), mas ler 10 minutos por dia, todos os dias, enquanto toma uma xícara de chá.

Eu não faço meu ritual completo todos os dias, claro, mas hoje em dia dificilmente saio de casa sem meditar, nem que seja por cinco minutos. Felizmente acho que isso já virou um hábito tão importante como escovar os dentes, me incomoda caso não seja feito. Aliás, os rituais têm esse poder: criam hábitos positivos. Mas é claro que para isso acontecer precisamos de esforço, constância e consistência.

Outro ritual que estou tentando incluir na rotina seria um para encerrar o dia: acalmar a mente antes de dormir, de preferência sem celular, sinalizando que chegou a hora de desligar e relaxar.

As possibilidades de pequenos rituais prazerosos na rotina são muitas – acho que o segredo é escolher alguma atividade que te traga prazer e paz, que te faça sair do piloto automático e que ajude a criar um hábito positivo, trazendo mais sentido e mais significado para o presente, que é onde tudo acontece.

Você tem pequenos rituais na sua rotina? Vou adorar saber quais e o que eles têm trazido para a sua vida.

Share it

victor

by victor

Read the ’s posts

Comentários