Como você organiza seu tempo trabalhando por você mesma? Descobri que é bem difícil.

mar 3, 2019

por Daniela Trolesi

O que eu mais gosto no meu novo formato de trabalho desde que me tornei empreendedora é a flexibilidade. É poder ir ao médico no meio da tarde sem ter que dar satisfação, fazer yoga na hora do almoço ou mesmo me permitir uma sexta “off” para viajar com o marido. Mas junto com essa liberdade deliciosa veio justamente um dilema: a gestão eficaz do meu tempo.

Primeiro porque essa liberdade toda te traz a possibilidade de escolha. E escolher entre produzir um relatório ou ler um livro que estou louca pra ler nem sempre é algo fácil. Quando você trabalha no mundo corporativo, não tem essas opções: todos os dias você acorda e vai pro trabalho. Passa o dia lá e volta. Sem escolha, sem possibilidades adicionais, sem pensar muito. Vira um comportamento automático. Até que, de repente, você se vê com autonomia quase que total para decidir sobre o que fazer com o seu tempo. É aí que o tema vira desafio.

Segundo porque atuando como consultora tenho vários projetos – dos clientes e meus também. E além do que realmente PRECISO fazer, QUERO fazer um monte-de-coisa-agora: ler livros incríveis, ver inúmeros TEDs, ouvir podcasts – enfim, tenho a sensação de que temos acesso a tanta informação de qualidade que minha vontade é ir pra uma ilha deserta e ficar lá uns 15 dias, só lendo, vendo, ouvindo e assistindo tudo isso.

Há vários estudos que mostram que as mulheres são multifocais: fazemos várias coisas ao mesmo tempo, o que não necessariamente é algo positivo. Geralmente passamos parte do nosso tempo fazendo tarefas urgentes e não necessariamente importantes. Ou queremos abraçar o mundo e não conseguimos focar no que realmente é essencial.

Eu percebi que estava num padrão: corria o dia todo e chegava ao final com a sensação de cansaço sem produtividade. Terminava exausta, mas não sabia nem dizer porquê, já que tinha passado o tempo resolvendo um monte de pequenos pepinos. Não conseguia nem explicar o que tinha feito com aquelas horas todas.

Venho estudando algumas ferramentas, métodos e até aplicativos para melhorar essa equação. A primeira e mais fácil foi reviver a agenda de papel e, todos os dias, fazer uma lista das prioridades, começando pelo que é mais relevante naquele momento. Qual é a tarefa que, se eu concluir hoje, terei a sensação de ir dormir tranquila e feliz? Pois ela será a primeira, já que geralmente é a mais difícil e a que eu tenderia a procrastinar.

Outra ação que tem funcionado por aqui: não confiar mais só na minha memória. Uso o Evernote como uma extensão do meu cérebro. Ele sincroniza o celular com o micro e armazena tudo, absolutamente tudo da minha vida: desde lista de livros que quero ler, lista de supermercado, prioridades do meu ano, lista com desejos de compra até arquivos para ler mais tarde e documentos importantes. Está tudo ali. Isso me tranquiliza – e não preciso mais ficar procurando uma informação nos milhares de e-mails e arquivos, ou seja, ganho de tempo.

E meu mais recente hábito é o aplicativo “BeFocused”. Ele propõe um aumento de foco baseado num método simples de gerenciamento de tempo chamado “Pomodoro”. Você escolhe uma tarefa a ser desenvolvida e configura o timer para 25 minutos. Durante esse tempo, você irá trabalhar com foco total, sem nenhum tipo de distração. Depois desse período, você faz um intervalo de 5 minutos. E recomeça. A cada 4 ciclos, faz uma parada maior de 15 minutos.

O principal objetivo dessa técnica é evitar distrações enquanto se trabalha em uma tarefa. Eu tenho usado e estou impressionada com os resultados. Coloco meu celular no modo avião e, por 25 minutos, fico completamente focada naquela atividade, sem ser interrompida por notificações. Aliás, já viu aquele report do celular que mostra o tempo que ficamos nos aplicativos? É assustador. Tema para outro texto…

Há vários métodos, livros e até blogs muito bacanas que dão inúmeras dicas. Um deles é o www.vidaorganizada.com, acho que um dos mais antigos do país no tema. Gosto do @temporeorganiza também. Tem muito conteúdo de qualidade e diferentes métodos para cada perfil. O jeito é encontrar um – ou vários – e testar. Se você conseguir tempo para os seus sonhos e para o que é mais importante pra você, sinal de que está funcionando.

Share it

victor

by victor

Read ’s posts

Comentários