Como é a bed time routine na sua casa?

nov 11, 2019

bed-time-routine-lolla-112

Eu sempre fui meio obcecada com o horário das crianças irem para a cama, acho que mais por mim do que por eles. Começo a ficar nervosa quando passa o horário deles, o que significa menos tempo livre a noite pra mim. Aqui eles vão para a cama 19h30, já de pijama, dente escovado e xixi feito, porque até dormirem de fato, vai ser quase 20h, o processo todo começa umas 19h.

Li uma vez que crianças gostam de assistir o mesmo filme repetidas vezes porque saber o que vai acontecer e ver a cena do que eles anteciparam é confortante, quase a relação de hábito e recompensa. A mesma regra vale para a rotina delas, elas gostam de saber que quando o sol vai embora está na hora de por pijama, jantar, etc. Eu não abro mão da rotininha deles, em qualquer lugar que a gente esteja.

Eu normalmente coloco elas para dormir sozinha, tenho que me dividir entre os dois quartos (os gêmeos dormem juntos), o que requer uma habilidade, mas acabo usando a meu favor – falo que vou no outro quarto rapidinho e quando eu vejo eles já dormiram. Mas não antes da historinha. Todas as noites, lemos uma historia pra eles. Antes eles conseguiam enrolar a gente e pediam duas, três histórias e dependendo do meu stress e cansaço eles conseguiam. Agora eu leio uma e deixo eles escolherem um livro para levar pra cama. Eles não sabem ler ainda, mas sabem contar história. É a coisa mais heartwarming do meu dia, essas criaturas fofas de mãos gordinhas lendo um livro antes de dormir.

Algumas noites tenho sorte, eles capotam com os livros na mão e a luz acesa. Outras preciso ficar no quarto, quando eles começam a fugir, pedem pra ir pra minha cama, mas estão exaustos, sei que eles estão com medo e que se eu for para o quarto, vão dormir em menos de 2 minutos. Não penso duas vezes, fico de pé na porta do corredor do quarto, onde eles conseguem ver que eu estou lá, mas não conseguem fazer eye contact e voilà. De dois a três minutos contados no relógio, eles só estavam precisando se sentir seguros.

Mas nem sempre foi assim. Quando eles estavam ajustando o sono da tarde com o horário de ir para a cama, me deram altos bailes. Com três anos eles já não queriam mais dormir a tarde, o que ajudou muito na hora de ir para a cama cedo. Quando o Phil era pequeno, tipo 1 ano e pouco, me lembro de aplicar a técnica do “nana neném” enquanto ia narrando tudo para uma amiga que estava fazendo igual na casa dela.

Já tive fazes de morrer de preguiça da hora de colocar para dormir. Estava tão esgotada mentalmente que não me restava mais paciência para ler a história do João Pé de Feijão. Hoje eu adoro, fico chateada de verdade quando não chego a tempo, acho uma delicia ver aquele trio loiro correndo de pijama pelo corredor quando mando todo mundo para a cama.

É nessas horas que ouço as aquelas frases que vão ficar comigo para sempre, como o Phil soltou ontem a noite: “Mamãe, sabia que Deus é invisível? É verdade, ele mora dentro do Sol. E por isso que ele não queima, porque ele é invisível”. How cute is that? 

bed-time-routine-lolla-111

From mother to mother: vão dizer que eles vão se acostumar mal, vão dizer que eles não tem rotina ou tem uma rotina rígida demais, vão tentar definir o destino deles cedo demais. Faça o que o seu coração mandar.

Share it

Rosa Zaborowsky

by Rosa Zaborowsky

Editor & Founder of Lolla.

Comentários