Screen Shot 2021 12 23 at 21.31.34 - BEST OF 2021: A Lista de Melhores do Ano da CAMILA CILENTO

A Cami Cilento mora em Nova Iorque há mais de 5 anos, é mãe do Benji e trabalha no mercado financeiro há mais de 15 anos. Ela adora falar sobre atualidades, estilo, beleza, artes e música – you name it – e faz uns 13 anos que dividi suas descobertas pelo mundo, primeiro no blog I am Leaving 2day, e depois no Instagram. A Cami também tem uma coluna semanal no Lolla chamada TGIF, onde ela compartilha, toda sexta-feira, suas reflexões pessoais e 5 artigos que adorou ler na semana.

THE BEST OF 2021 da Camila Cilento

Screen Shot 2021 12 23 at 21.39.35 - BEST OF 2021: A Lista de Melhores do Ano da CAMILA CILENTO

Hotel Tourists /Foto: @touristswelcome

LIVRO: eu li alguns livros que amei esse ano! A história de ficção que mais gostei foi a trilogia “American Royals” da Katharine McGee, um romance que reimagina a história americana como se George Washington tivesse sido um rei ao invés de um presidente. Achei divertidíssimo e a história super criativa. E a biografia que mais gostei foi o livro “Fio da Trama” escrito pela minha grande amiga Consuelo Blocker e a sua irmã Alessandra Blocker e que conta a história das mulheres de sua família: excelente livro e hiper inspirador.

SÉRIE: Amo uma boa série e esse ano tiveram algumas muito boas. “Nine perfect Strangers” pelo enredo e elenco fantásticos, “Only murders in the building” por que se passa na minha cidade e também tem um elenco ótimo e “And just like that” como contei em uma coluna recente aqui no The Lolla.

FILME: Dois filmes que amei esse ano tem algo em comum – trilhas sonoras excelentes. “Cruella” e “Finch”.

VIAGEM: Desde que a pandemia começou tenho explorado apenas destinos locais e uma das grandes surpresas desse ano para mim foi a cidade de North Adams, Massachussets. Uma cidade jovem e repleta de arte e que conta com dois museus incríveis (Mass Moca e o Clark Institute). Ficamos no hotel Tourists que tem um projeto incrível e reinterpreta o conceito do motel de beira de estrada de uma forma surpreendente.

COMIDA: Ando viciada nos Taiwanese Dumplings perfeitos do restaurante Mimi Cheng’s.

RESTAURANTE: I Sodi, para mim o melhor italiano da cidade, sonho diariamente com a lasagna de lá. Quando não consigo uma reserva, eu ligo e pego um take-out.

Riverine From AMASS Is My New Fave - BEST OF 2021: A Lista de Melhores do Ano da CAMILA CILENTOPRODUTO DE BELEZA: toda a linha de Skincare da Care Natural Beauty, que mudou a forma como me relaciono com a minha pele.

BEST BUY MODA: todas os achados de segunda mão que adquiri durante o ano! Mudei a minha relação com o consumo, o que antes era um passatempo, garimpar roupas de segunda mão se tornou uma forma de vida.

BEST BUY DECOR: difícil de nomear apenas um já que esse ano concluí um dos meus projetos mais desafiadores – reformei a minha cozinha por inteiro e cada detalhe eu escolhi.

PODCAST: The Daily do NY Times é o podcast que trata de assuntos atuais e que ouço todos os dias.

DRINK: adotei uma nova tendência tomou forma aqui em NY de drinks não alcoólicos e amo o Amass Riverine Non-Alcoholic Spirit com uma lasca de limão e Tônica. Fica a dica da rede de lojas Boisson que tem várias lojas em NYC e é especializada em Non-Alcoholic Spirits.

MÚSICA: Eu sou alucinada por música, então não consigo fechar o ano mencionando apenas uma, então vou falar logo das 3 que mais embalaram o meu ano. “Resilient” do grupo Rising Appalachia foi o meu mantra do ano e ditou um pouco o ritmo nos momentos mais difíceis. Para os momentos em que quis dançar, embalei meus passos com a música “Ladders” no Mac Miller. E para fechar não conseguiria deixar um jazz de fora, e nesse ano ouvi muitas vezes a música “Ac-cent-tchu-ate the Positive” da Aretha Franklin.

HÁBITO SAUDÁVEL: Peloton Lover! Tinha a maior birra dessa bicicleta de spinning que vem com uma tela gigante e que te dá acesso a treinos de bike “on demand”, até que a pandemia começou e ela literalmente salvou a minha sanidade mental. Amo as aulas do Denis Morton, Hannah Corbin e da Emma Lovewell.

EXPOSIÇÃO: “As long as the sun lasts”, trabalho comissionado pelo MET Museum ao artista Alex da Corte para o Rooftop no último verão. Colocando o Big Bird do Sesame Street com ótimas referências como o trabalho do escritor Ítalo Calvino e do artista Alexander Calder, esse trabalho me encantou. Ele não está mais em exibição, mas essa entrevista ótima conta um pouco sobre o trabalho.

ARTIGO: o meu artigo favorito é na realidade um vídeo publicado recentemente no NYTimes – “Grieving Our Old Normal”, produzido por Lindsay Crouse, Kirby Ferguson e Emily Holzknecht para a seção de opinião do NYTimes.

SMALL BUSINESS: Fertilid, empresa que além de ser tocada por uma super mulher tem um serviço incrível que permite as mulheres conhecerem mais sobre a sua fertilidade e saúde reprodutiva. Leia a Entrevista do Lolla com a fundadora da Fertilid, Amanda Sadi.

 

“And just like that”: O que a Camila Cilento leu nesta Semana

 

TGIF: Reading Lista da CAMILA CILENTO

 

POST A COMMENT