cb3e1219430f6702f9e4dc2f4273d6a5 - Às Vezes Não Saber Para Onde Se Está Indo Pode Te Levar a Lugares Incríveis

Let’s talk about serendipity?

Serendipidade é um conceito que tem origem no universo acadêmico e jurídico, mas foi se popularizando e, atualmente, é muito mais relacionado à vida e à esfera criativa. O significado dado em português – acaso – é muito simplista quando comparado à definição por excelência, assim, peço licença para citar o Dicionário de Cambridge:

Serendipity [noun]: the fact of finding interesting or valuable things by chance. Em tradução livre, serendipidade é o fato de encontrar coisas interessantes ou valiosas por acaso.

Soa até irônico eu, uma control freak de carteirinha, escrever sobre deixar levar-se pela vida. Esse, talvez, seja um dos meus maiores aprendizados dos últimos tempos: está tudo bem não ter controle sobre tudo o tempo todo.

É claro que simplesmente go with the flow não funciona em todos os aspectos e momentos da vida, pelo contrário, eu diria até que é uma grande exceção. Talvez por isso para mim, que em geral sou super planejada, deixar as coisas fluírem tem um gostinho mega especial.

 

Is it all about magic?

Deixar um espaço para as coisas acontecerem, para a vida seguir seu curso, para o universo fazer sua mágica, you name it, já me levou até lugares e pessoas incríveis (hey there, The Lolla Community <3).

A serendipidade me apresentou meu marido, que eu contei como aqui no Lolla; me levou a morar em outro país, a experimentar pratos que se tornaram meus favoritos, visitar exposições que me impactaram, conhecer um pouquinho do backstage da minha banda preferida e me trouxe até oportunidades profissionais.

Aqui vale, contudo, citar Louis Pasteur: “O acaso só favorece a mente preparada”. Em outras palavras não basta deixar um espaço para a serendipidade do her magic, é preciso estar pronta para quando o momento chegar e saber reconhece-lo.

Se eu não estivesse com o coração aberto não teria conhecido o Caio há mais de dez anos atrás; caso eu não tivesse um respaldo familiar, profissional e financeiro não teria mudado de país; se meus olhos não fossem atentos e minha curiosidade aguçada não teria vivido muitas experiências maravilhosas.

Assim, não saber onde se está indo pode te levar a lugares (e pessoas) incríveis, mas até para desfrutar das delícias da serendipidade é preciso um pouco de planejamento, autoconhecimento e, é claro, a bit of madness!

 

Go with the flow lolla girl, let’s have fun!

 

LEIA TAMBÉM:

A Vez Que Decidi Viver Minha Vida Sem Planejamento

Como Não Sucumbir À (Falsa) Necessidade De Abraçar O Mundo De Uma Só Vez?

by Marina Camargo

A rebel at heart mais metódica e by the book que você vai conhecer. Uma curitibana morando em Lisboa, de onde compartilha suas muitas paixões em seu instagram.

0 Comments

POST A COMMENT