amor-ocasional-plan-coeur-series-em-paris-lolla

Meu interesse por séries francesas começou assim que me mudei para Paris. Eu não falava francês, queria dar um boost no idioma, mas queria, especialmente, me adaptar ao ambiente que todo mundo me falou que seria “hostil”. Eu já tinha visitado algumas vezes a cidade e minha impressão sempre foi positiva – por sorte, talvez – mas morar lá era outra história.

Então assim que cheguei, me matriculei num curso tradicional de francês com aulas de civilização francesa. Civilização Francesa? Isso mesmo, na parte da manhã fazia francês e a tarde tinha aulas sobre a cultura francesa, na qual os professores discorriam – em francês – sobre os mais diversos temas, em especial gastronomia, política e Napoleão: as 3 paixões  da França. E foi numa dessas aulas de “cultura geral” que uma das professoras nos recomendou “fortemente” assistir a séries e filmes made in France. E foi aí que meu processo de imersão na cultura começou a germinar um amor genuíno pela França… e as séries foram super aliadas!

 

1. Plan Coeur | Netflix 

Comecei com essa série que é uma comédia romântica “bobinha” que retrata a vida de 3 amigas vivendo em Paris e sobre como lidam com questões amorosas e a amizade. Leve e engraçadinha, me apeguei e aprendi várias gírias. Na segunda temporada, o covid ganha destaque, e como afetou as relações. Acabei de assistir a terceira e última temporada que é bem focada na amizade (no Brasil, chama Amor Ocasional).

 

2. Dix pour Cent | Netflix 

Uma série que já é bem conhecida, mas que nunca tinha me chamado a atenção e, depois que comecei a ver, adorei. A série é uma comédia mais madura, com um SUPER ELENCO, e retrata a vida “corporativa” de personagens que trabalham numa agência de talentos em Paris. O legal é ver o real Life parisiense, como as pessoas se vestem de verdade – que não tem nada a ver com Emily In Paris -, como se relacionam, onde vão. Outro ponto alto é a presença de real Life celebrities na França (ex. Cécile de France, Juliette Binoche, Jean Dujardin, Isabelle Huppert e Monica Bellucci, etc), e que interpretam o papel deles mesmo: “celebridades” que são clientes da agência. Uma ótima forma de conhecer os nomes da “cultura pop” francesa.

 

3. Chamas do Destino | Netflix

É uma série de época, que tem como pano de fundo um fato real: o incêndio que aconteceu no Le Bazar de La Charité em Paris, em 1897, e que casou a morte de mais de 100 mulheres da alta sociedade francesa. A série retrata a vida de três mulheres e os desdobramentos após o incêndio. Eu gostei especialmente de ver Paris de outros tempos. O nome em português é zero atrativo, mas não deixe de assistir por isso.

 

4. Osmosis | Netflix 

Série futurista que se passa em Paris do futuro. Calma, não tem nada de carros voadores, está mais para um soft black miroir: fala sobre a evolução dos dating apps, por meio de uma tecnologia criada por dois irmãos que, supostamente, ajudaria a achar seu perfect Match. Essa foi uma série que assisti rápido, praticamente maratona. Na mesma semana, por uma coincidência do destino, cruzei com a atriz principal num trem: aquele sentimento esquisito “será que dou oi?, passei a semana toda vendo essa pessoa.

 

5. Famoso…na França | Netflix

Você já ouviu falar de GAD? Provavelmente não e é sobre isso que essa série que é tipo um fake documentário de comédia trata. Gad Elmaleh é um humorista francês muito muito famoso na França (isso é verdade). Quando  ele se mudou para os EUA em determinado momento da sua vida, ninguém tinha noção de quem ele era e ele passou de famoso para um total desconhecido, perdendo algumas regalias que vem com a fama (isso também é verdade). GAD, como um bom humorista, resolveu fazer piada da situação e fez estrelou numa série que conta como foi essa experiência na sua vida (a série é fictícia, com um fundo de verdade exagerada). Quando sem querer cruzei com ele num restaurante em Paris, eu fiz questão de lembrá-lo da sua fama: acenei e dei oi (isso é verdade, mas foi sem querer, ato falho seguindo de vergonha).

Bom, apesar da maior parte da trama se passar em L.A. e Paris aparecer em poucos momentos, a série está nesta lista, porque conhecer humor francês faz parte da lição de casa. E o toque especial, GAD é judeu de origem marroquina, o que retrata bem a França e o tipo de humor que o francês gosta.

 

6. Le Bureau des Légendes | Streaming

Simplesmente a melhor série que assisti nos últimos anos (incluindo as não francesas rs). A série é um suspense político que gira em torno da vida de agentes da DGSE, tipo a CIA francesa. Para resumir, a trama é sobre agentes infiltrados em diversos países do mundo, que tem como missão identificar e recrutar informantes que possam trazer informações relevantes para a França. O escritório de Paris coordena essas operações secretas. Os temas são super atuais relacionados à geopolítica, conflitos no oriente médio, russia, terrorismo, e o “submundo” das agências de inteligência. A série é muito bem feita, ganhou vários prêmios, uma aula de história e atualidades, inclusive dizem que ex-agentes ajudaram com dicas dos bastidores do “real-life” da DGSE. Infelizmente, no Brasil, você só consegue assistir por streaming, em inglês chama The Bureau. 

 

7. Lupin |  Netflix

Eu não assisti a série toda, mas é bem recomenda. Uma série de aventura leve, ótima para praticar o francês e ainda ver lugares lindos em Paris. O que eu acho mais interessante da série é que a trama se inspirou no personagem Arsène Lupin, criado nos livros do romancista francês Maurice Leblanc.

 

8. L’Agence | Netflix

Para terminar, um reality show sobre imóveis de luxo, com os irmãos mais charmosos de Paris. Eu que não curto realites de real estate, fiquei viciada nesse e  assisti com um sorriso no rosto (guilty). Ok, talvez eu esteja exagerando, mas assista a série e me conta depois. Enquanto isso, aguardo ansiosamente a segunda temporada lançar no Netflix para ver a família Kretz mostrando imóveis incríveis pela França e Europa, e como é a vida e o dia a dia dos membros da família na capital francesa. Ah, e um curious fact, os Kretz adoram o Brasil, inclusive têm uma casa no Nordeste.

 

LEIA TAMBÉM:
 Os Looks da 4ª Temporada da Série Dix Pour Cent
Como Planejar uma Viagem para Paris Investindo o Seu Dinheiro?

by Bianca Longo

Editora e colunista de sustentabilidade e internacional (Paris)

0 Comments

POST A COMMENT